180 MINUTOS

by
Cuca se desespera: o Galo é derrotado em Assunção

Cuca se desespera: o Galo é derrotado em Assunção

Existe a velha máxima no Brasil que em decisões de mata-mata os títulos se decidem dentro de casa.

Nada pode estar mais errado.

Libertadores se ganha em 180 minutos, inclusive no território adversário.

O Atlético Mineiro se esqueceu dessa máxima e não trouxe para Assunção o bom futebol de Belo Horizonte.

Na primeira partida da final da Libertadores o clube brasilero foi dominado pelo Olímpia no primeiro tempo.

Ronaldinho Gaúcho esteve irreconhecível. Marcado em demasia pela retaguarda paraguaia o meia errava passes e não lembrava nem de longe o jogador que brilhou em toda a competição. Luan não substituiu Bernard à altura. Diego Tardelli era o único que se esforçava. Buscou a bola, chutou ao gol quando pode, mas ficou isolado na frente.

Ronaldinho Gaúcho: irreconhecível

Ronaldinho Gaúcho: irreconhecível

Parecia que a pressão tradicional do Atlético Mineiro no Horto havia trocado de lugar.

O Olímpia era o time que “tocava o terror”. A pressão paraguaia vinha mais das artérias do que propriamente de um bom futebol. Num bobeada da marcação da equipe brasileira, o defensor Alejandro Silva entrou livre perto da área e chutou no canto do goleiro Victor. “El Decano” abria o placar para o delírio dos 36.000 torcedores que invadiram o estádio Defensores Del Chaco.

No segundo tempo o Galo melhorou. A equipe retornou com uma postura de time de Libertadores. Mas a iniciativa não resultou em gols. Jô perdeu um gol feito graças a grande defesa do uruguaio Martín Silva, um dos melhores goleiros do torneio. Ronaldinho Gaúcho surpreendentemente foi substituído aos 20 minutos.

No final da partida aconteceu o que não podia. Os jogadores do Atlético Mineiro se desequilibraram emocionalmente. Uma rotina que permeia as equipes brasileiras em momentos cruciais na história da competição sul americana. O volante Richarlyson fez uma falta infantil na entrada da área adversária e foi expulso.

Tardelli: um dos poucos a se salvar da trágica noite

Tardelli: um dos poucos a se salvar da trágica noite

Porém, o festival de precipitações não havia acabado. Rosinei cometeu uma infração totalmente desnecessária na entrada da área atleticana a poucos segundos do apito final. Pittoni cobrou a falta com perfeição e marcou o segundo gol da equipe da casa. O Olímpia vai para Belo Horizonte com um grande vantagem para o Mineirão. O quarto título da Libertadores está muito próximo.

Ao Atlético Mineiro resta mais uma partida de superação. O derradeiro e mais importante jogo de sua centenária história.

A pergunta permanece. Por que os times brasileiros acham que Libertadores só se resolvem em 90 minutos?

Anúncios

2 Respostas to “180 MINUTOS”

  1. Rivelino Santos Says:

    Rivelino de Propri Sergipe.

    Parabns pelo texto Marcelo.

    O Atltico ( MG ) no consegue jogar bem fora de casa.

    O time mineiro vai ter que se superar e mostrar que no ficou abalado emocionalmente depois da derrota no Paraguai. No adianta ficar pensando na Arena Independncia, a deciso vai ser disputada no Mineiro lotado de atleticanos.

    A fora do elenco, a experincia da maioria dos atletas do galo, a velocidade de Bernard, a fora da torcida do Atltico e Ronaldinho jogando acima da mdia, vo fazer a diferena na partida de volta.

    Caso o time repita a pssima atuao, o ttulo vai ficar pela quarta vez com os paraguaios.

    O blog est inativo. ( Fatura atrasada ).

    Leia o texto (CORINTHIANS, SO PAULO E ATLTICO ( MG ) ) acessando o meu facebook.

    Facebook http://www.facebook.com/rivelino.santosrocha

    ate: Thu, 18 Jul 2013 17:49:22 +0000To: rivelino.futebol@hotmail.com

  2. Marcelo Abdul Says:

    Valeu Rivelino. Não é de hoje que o Atlético Mineiro tem essa inconstância. Nos jogos contra o São Paulo já vimos isso. As classificações contra o Tijuana e o Newell´s foram sofridas. Para um time ir bem não basta depender do fator casa, afinal o gramado é igual em qualquer lugar do mundo. Abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: