MANCHA NO FUTEBOL

by
Prass é socorrido: terror no aeroporto

Prass é socorrido: terror no aeroporto

 

Os leitores do meu blog devem estar se perguntando se sou um adivinho, profeta ou se fiz algum curso intensivo nas Faculdades Nostradamus.

Tudo devido ao post “Mixórdia Sul Americana” em que parte dos problemas envolvendo a violência das organizadas e a leniência das autoridades são constatadas.

Pois bem, após dez dias eis que marginais organizados da torcida do Palmeiras agrediram covardemente os jogadores do Palestra no aeroporto de Buenos Aires, depois da derrota do time alviverde para o Tigre.

Respondo aos internautas que não é preciso ser nenhum adivinho para prever atos de selvageria desse tipo.

Enquanto os clubes e as autoridades eleitas tratarem esses casos com desdém, mais atos bárbaros vão acontecer. É questão de tempo termos um Heysel ou um Port Said aqui no Brasil, por motivos bem mais banais, diga-se de passagem.

Duvidam? O presidente da CBF, José Maria Marin e o Ministro do Esporte deram declarações condenando a violência da organizada. Palavras belas, mas sem sal. O que funciona mesmo é a prática. Providências estão sendo tomadas nesse sentido? Podem esperar sentados.

Pior de tudo, as nossas autoridades fazem de tudo para proteger esse pessoal. As pressões de Antônio Patriota e do deputado federal Fábio Feldman do PSDB para a soltura dos 12 corintianos presos na Bolívia mostram efetivamente de que lado os políticos estão.

Não se sabe se os torcedores organizados corintianos são culpados ou não, mas um garoto de 14 anos morreu. Os detidos vão prestar contas à justiça boliviana. Ela que decidirá soberanamente a culpabilidade dos elementos. Não será uma canetada ou pressão externa que vai mudar isso. As leis da Bolívia são diferentes da do Brasil. Se isso ocorresse aqui eles estariam livres, dada a pusilanimidade de nossa justiça e dos nossos legisladores que advogam em causa própria.

Gostaria que o nobre deputado fosse até a casa da mãe de Kevin Spada e prestasse topo o apoio da Câmara Federal brasileira à família do menino. Mas demagogicamente ele faz o caminho contrário.

Essa é a “cruzada” dos políticos contra a violência nos estádios. Estamos perdidos.

No entanto, a bizarrice não para por ai. A decisão definitiva da Conmebol do caso de Oruro contra  o Corinthians foi branda. 18 meses sem que a sua torcida compareça aos estádios adversários foi uma punição inócua e pouco efetiva. No mínimo os outros dois jogos em casa sem abnegados seria o ideal. No mínimo. Um castigo tem que doer no bolso dos dirigentes para que os mesmos possam controlar as suas torcidas financiadas.

Mas até mesmo em Tijuana se viram bandeiras corintianas no estádio. Juntado ao caso dos quatro torcedores que conseguiram entrar no Pacaembu por uma liminar, isso representou a desmoralização total da Conmebol e do seu comitê disciplinar. É um STJD que fala espanhol. Coisa para inglês ver. Não servirá para nada. A tática do “cafezinho” com o Nicolas Leoz continua.

Enquanto isso mais jogadores vão receber pedradas e laranjas podres protegidos por escudos de carabineiros. Eles são incapazes de conter a violência na América do Sul. A mixórdia continua.

Anúncios

2 Respostas to “MANCHA NO FUTEBOL”

  1. Geraldo "JASON" Lina Says:

    Se o parmera estivesse emocionalmente em dia, teria enfiado uns 0x3 ontem em pleno Morumbi.
    Eu só tenho a agradecer esta torcida medíocre e ridícula que agride seu próprio patrimîonio.

  2. Marcelo Abdul Says:

    Eles criaram a cobra e agora vão ter que lidar com ela. Sempre acobertaram e passaram a mão na organizada deles. Agora vamos ver se o Paulo Nobre vai cumprir o que prometeu. Essa parcela da torcida está acabando com o clube.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: