ALEXANDRE MAGNO ABRÃO ( 1970 -2013)

by

Chorão

Descanse em paz  Chorão.  O Rock n´Roll está de luto.

 

Anúncios

4 Respostas to “ALEXANDRE MAGNO ABRÃO ( 1970 -2013)”

  1. Geraldo "JASON" Lina Says:

    Brimo, se puder e quiser, procura a rua Edu Brancato no Google Earth. Conheci os caras ali. A gente era moleque e um dos meus brothers, o André, na época era vizinho do Renato Pelado. A gente ia jogar tenis de mesa no quintal da casa dele enquanto o Pelado ensaiava. Algumas casas aqui tinham (têm) o muro que divide os quintais relativamente baixos, na altura do peito. Então era só chegar perto do muro pra ver o que acontece no quintal vizinho.
    Eu digo pra você que o rock perdeu um rockeiro de verdade, que fazia versos dentro da sua pouca instrução ( 7a. série ) mas o mundo perdeu um ser humano incomum. O Chorão se envolvia com ONGs de ajuda a crianças carentes como a AASC Voluntários do Riso, que distribuia brinquedos pra crianças carentes, era ativista dos animais e apoiava toda iniciativa de defesa dos direitos dos animais.
    E era bem humilde e acessível, como sempre foi.
    Era isso.

  2. Marcelo Abdul Says:

    Já vi o Chorão duas vezes em Santos. Não tinha qualquer tipo de estrelismo. Andava na rua como se nunca fosse um vocalista de banda. Tinha o rock n´roll e o skate na veia. A banda Charlie Brown Jr. marcou uma geração. Eu já era de uma geração anterior que ouvia Legião, Paralamas e Titãs. No começo fui resistente ao som deles, mas depois de ver meus primos mais novos ouvir com entusiasmo a som deles entrei na onda e virei um fã. Tenho quase a discografia completa da banda e sem dúvida ao lado dos Raimundos e o Rappa, o Charlie Brown Jr. foi um dos maiores expoentes do rock nacional no final dos anos noventa e começo dos 2000. Eram fodásticos, originais e levaram uma pá de moleques a conhecer o rock n´roll. Infelizmente, ao que tudo indica foi mais um que maldita droga levou, mas seu legado ficará para sempre.

  3. guina Says:

    Grande perda para o rock. Mas Abdul, eu treino com um cara que é brother do Chorão, inclusive o Chorão é padrinho de casamento do maluco, e o bro me disse que o Chorão estava passando por uma fase depressiva pra caramba. Vc sabe que eu sou fã de Rock, e apesar de não ser fã do Charlie Brown, eu tenho de admitir que eles “iniciaram” uma jovem galera a curtir e conhecer as clássicas.
    E quanto ao Chorão…Tinha tudo mas não teve nada! Foda foi ver a tristeza do Champignon, mesmo depois da esfregada que o cara deu nele durante um show, ao ver a cara do maluco, percebi que eles realmente eram uma banda de Rock.
    RIP

  4. Marcelo Abdul Says:

    Eu confesso que não dá para entender certas coisas. O cara tinha tudo. Esposa, filho e uma carreira consagrada. De repente ele entra na porraloquice e manda tudo por espaço. Infelizmente o rock perdeu um grande músico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: