A TERRA É DOS LOUCOS

by
Alessandro levanta a taça: Corinthians bicampeão mundial

Alessandro levanta a taça: Corinthians bicampeão mundial

O Corinthians venceu o Chelsea de Londres por 1 x 0 e conquistou pela segunda vez o título de campeão do mundo.

O clube paulista entrou com a mesma garra e aplicação tática que o fez vencer a Libertadores no meio desse ano.

O time inglês, emergente no futebol internacional e recheado de estrelas sentiu o peso da camisa alvinegra e seus 20.000 torcedores que apoiaram o time nos 90 minutos. Uma demonstração de fé e adoração que o Mundial Interclubes nunca vira em sua história.

Como se esperara o Corinthians começou marcando a saída de bola inglesa. Os volantes azuis foram abafados pelo esquema de Tite, que deixaram a retaguarda inglesa livre para os contra ataques. Porém Emerson e Guerrero não estavam calibrados na pontaria. Tiveram boas chances mas desperdiçaram as oportunidades.

Ao Chelsea restou os lançamentos e as bolas altas e paradas. Num escanteio Cássio operou um milagre ao defender um chute dentro da área do zagueiro Cahil. Não seria a única intervenção do arqueiro alvinegro. Mais tarde o meio campista Moses acertou uma bola colocada, íntegra, quase fatal. Cássio pulou e defendeu milagrosamente a jogada trocando as mãos. O Chelsea pressionava, mas parava na aplicação do Corinthians e na noite feliz de seu guarda redes.

Cássio: gigante na decisão

Cássio: gigante na decisão

Na segunda etapa, o ímpeto e a disciplina do time corintiano continuaram firmes. Sem desespero, os alvinegros cadenciaram a bola, cortaram as principais armas inglesas e levaram o treinador Rafa Benitez ao desespero.

O Corinthians nascido em 1910 por um grupo de operários no Bom Retiro, sempre foi conhecido no mundo do futebol brasileiro por ser um time de raça, de superação em momentos difíceis como nos 23 anos de fila e o título paulista de 1977 feito por um gol de Basílio.

Hoje, no gelado estádio de Yokohama um atleta fez um gol histórico. Talvez o tento mais importante da história do clube. Seu nome resume bem o que representa toda a nação corintiana: Guerrero.

Numa jogada prensada, a bola subiu na cabeça do camisa nove corintiano e foi morrer nas redes de Peter Cech. Um gol chorado como é do feitio do clube mais popular de São Paulo e que mostrou toda a superioridade do time paulista dentro de campo. O esforçado e valente clube sul americano deixava o bilionário time do Chelsea de joelhos.

Rafa Benítez: incrédulo

Rafa Benítez: incrédulo

Rafa Benitez se desesperou de vez e cometeu o erro de colocar o mirrado e indeciso Oscar no lugar de Moses. O Corinthians passou a cadenciar o jogo e atuou de forma densa, tranquila, quase imperial. Os minutos passavam e o desespero dos “blues” aumentava.

As bolas altas passaram a ser a última e derradeira arma do esquadrão azul, mas a defesa e o meio campo corintianos tiravam todas com uma fibra impressionante. Chicão, Paulo André e Fábio Santos foram monstros na retaguarda do Parque São Jorge. Quase ao final da partida o consagrado centroavante Fernando Torres ficou de frente para o gigante de amarelo que defendeu a bola com os pés . Nenhuma  passaria mais.

O árbitro turco pede a bola, apita o final de jogo e milhões de corações corintianos explodem de alegria.

Corinthians bicampeão do mundo.

São Paulo vai ficar pequena para tanta festa.

Curiosidades –

– Desde que a Fifa voltou a patrocinar o Mundial em 2005 é a terceira vez que um clube brasileiro vence o torneio. E nas três vezes o placar foi de 1 x 0.

– Não é a primeira vez que um clube inglês perde por 1 x 0 com uma grande atuação do goleiro adversário tendo o espanhol  Benítez como treinador. Lembra de 2005 Rafa?

– O Corinthians quebrou um incômodo tabu de cinco anos. Desde 2006 um time da América do Sul não vencia um duelo contra os europeus. Agora contando todos os títulos do Mundial de Clubes desde os anos 60 o número de conquistas está empatad0. 26 taças para cada continente.

– Com a vitória corintiana o Brasil é o país que mais tem títulos mundiais interclubes. 10 no total.

16 Respostas to “A TERRA É DOS LOUCOS”

  1. guina Says:

    Eu te disse Abdul, que se o SCCP jogasse sem medo e coimo um time brasileiro “infelizmente” ganharia. “INFELIZMENTE” eu tava correto. Mas sem clubismo …eles mereceram a conquista.
    Eu estou esperando a fumaça das festividades dessa conquista se abaixarem para postar sobre a minhas observações do títtulo alvinegro no mundial. Já começou a farra de ofensas ao palmeiras e ao SPFC e a mídia que metia o pau no Guerrero , agora mudou de opinião. esse é o problema do Brasil…Já tô preparando meu post!!! Gde post Abdul, como sempre perfeito!

  2. Marcelo Abdul Says:

    Não acho que o Corinthians tenha jogado como um time brasileiro Guina. Na verdade o Corinthians teve muita aplicação tática e contou com a grande atuação do goleiro. Desde que o Mundial da Fifa foi instituído nenhum dos times brasileiros deu um “show” ou jogou com uma supremacia absoluta como o Milan em 2007 e o Barcelona em 2011. Quanto às ofensas, o pior que não saber perder é não saber ganhar. Os caras se esquecem que o mundo gira e que em 2008 eles estavam na exata posição do Palmeiras. Temos uma Libertadores ano que vem. E se o Corinthians perde novamente para o clássico rival que está na série B? O mundo gira. Tripudiar pode ser fatal no futuro. Abração e um feliz natal parceiro.

  3. Pasquale Says:

    Dizer que o gol do Corinthians, fruto de uma excelente sequencia de lances, com participação de pelo menos 6 jogadores alvinegros, “foi üma bola prensada que caiu na cabeça do atacante” é tentar diminuir a vitória corinthiana. Blogueiro disfarçado de torcedor. No lance do gol, houve linha de passe entrando na área, dribles de corpo, um gol bem brasileiro. Seja menos parcial, vc perde credibilidade. O time inglês estava encurralado na pequena área, só na linha do gol tinham 3 jogadores azuis.

  4. Marcelo Abdul Says:

    O lance do gol foi uma bola prensada num chute do Danilo. Isso foi um fato. Você com a sua cabeça de torcedor tenta tirar leite de pedra por uma frase no blog só pra justificar que sou um “bloqueiro-torcedor”. Patético. Isso revela que você não leu muito o que eu escrevi e que você nem conhece muito a história do seu próprio clube. O gol de Basílio em 1977 foi chorado. O gol de Viola em 1988 também. O tento de Guerrero lembrou anos de tradição do Esporte Clube Corinthians Paulista. A partida não foi uma aula de técnica do time corintiano. Não houve um domínio de parte a parte como as próprias defesas do Cássio provaram. Mas o Corinthians jogou com garra como é do feitio de sua história. Mais uma coisa. Nunca peguei bandeira de credibilidade nenhuma. Este blog são reflexões e opiniões pessoais. Se você não gosta, pode ler blogs de torcedores do seu clube. Ai você pode ficar satisfeito com opiniões parciais. Abraços.

  5. Renato Barckey Says:

    Nossa! Que mané! Quando é que o blogueiro “quis diminuir a conquista do Corinthians”? O cara chamou o time de bicampeão mundial, ao contrário de muitos torcedores que não reconhecem o Mundial de 2000.

    Concordo com o Abdul. Não teve show como o meu Mengão fez quando estraçalhou o Liverpool, mas mereceram ganhar.

    O problema é que tem muito “hater” em internet. Qualquer coisa é motivo pro caboclo soltar um monte de lixo pelo seu teclado. Como esse “Pasquale”.

  6. Marcelo Abdul Says:

    Nem ligo muito. Você tem razão. O problema é que existe muito xiita em internet. Até aqueles que tentam achar pêlo em ovo. Paciência. Com certeza ele vai encontrar muitos blogs com opiniões bem efusivas sobre o título corintiano. Pior foi o tal lance de “credibilidade”. Risível. Nunca levantei isso e nem pretendo. Abraços.

  7. pasquale Says:

    Abdul, me ative ao lance que antecedeu o gol, vc usou de um baita ^cerca-lourenco^ para justificar nao sei o que. A bola jamais foi prensada, o chute do Danilo foi forte e a bola subiu. Reveja o lance..

  8. Marcelo Abdul Says:

    Pois é. A bola subiu. Mas não foi fruto de um lance mágico ou lancamento preciso do Danilo. A bola bateu prensada na zaga do Chelsea e foi na cabeça do Guerrero. Internauta vem aqui no blog até para discutir lance de futebol inventando uma teoria da conspiração estapafúrdia e estranbólica de que estou “diminuindo a conquista do Corinthians”. Sinceramente é o fim da picada.

  9. Antonio Carlos de Carvalho Says:

    O Corinthians foi campeão por que jogou melhor que o Chelsea. O gol do Corinthians era para ter saído já na possibilidade de chute do Paulinho ou no chute do Danilo. O fato de o zagueiro ter evitado na primeira oportunidade o gol não invalida a joga toda corintiana em que o Chelsea não conseguiu relar na bola, até o corte no chute, e correu atrás do ataque do Corinthians de maneira atabalhoada. O lance do gol se originou muito antes da cabeçada do Guerrero. Foram mais de 20 toques, de quase o time inteiro, com a bola passando de lá para cá, até o desfecho final. O gol poderia ter saído muito antes, na finalização do Sheik (por cima do gol), do Guerrero na linha da pequena área, e na sequência em nova finalização do Sheik, ou já no 2º tempo, com a finalização do Paulinho. Antes da chance fatal, o Corinthians permaneceu mais de 5 minutos seguidos encurralando o Chelsea no seu próprio campo. Para quem saca um pouco dce futebol, o gol estava “maduro”. A diferença no jogo é que as finalizações do Corinthians tinham sido todas para fora e as do Chelsea todas no gol. Por isso a atuação do Cássio. Diferentemente do São Paulo em 2005, que teve uma única chance e também contou com atuação excepcional de Rogério Ceni. Portanto, não dá para tentar passar a idéia de que o Corinthians ficou o tempo todo atrás, tomando uma saraivada de chutes e esperando uma única chance para decidir e que ainda acabou fazendo um gol na cagada. Liverpool e Barcelona, em 2005 e 2006, jogaram melhor que São Paulo e Inter, respectivamente, o mesmo não aconteceu com o Chelsea em 2012. Ora, para quem diz que o gol se resume a uma bola prensada num chute do Danilo (!!!), acho que alguém aí andou vendo outro jogo.

  10. Marcelo Abdul Says:

    Pra mim foi quase igual. O Corinthians não deu um “show” de bola, tanto que até o minuto final o Chelsea quase marcou o gol de empate. Por acaso foi um baile como o Barcelona deu no Santos no ano passado? Faça-me o favor… E me referi APENAS ao lance do gol que foi um lance chorado como em 1977. Não desdenhei o título de ninguém. Mas sabe como é torcedor fanático…

  11. Antonio Carlos de Carvalho Says:

    Como eu disse, o Corinthians jogou melhor que o Chelsea e isso não é o mesmo que: “o Corinthians deu um show”, só me faltava exigirem que o Corinthians desse show, quando o resultado desejado é a simples vitória. O lance do gol foi um passe de letra do Paulinho para o Jorge Henrique, que passou de cabeça, limpa, devolvendo para o Paulinho, na entrada da área, que podia ter batido de esquerda, mas viu Danilo querendo a bola, tanto que este dominou, driblou o zagueiro, chutou pro gol, a bola foi cortada pelo zagueiro, subiu e foi ao encontro do Guerrero, que cabeceou para a rede. Ou não foi? Não sem antes,a bola ser tocada pelos 11 jogadores do Corinthians desde a cobrança de tiro de meta pelo Cássio, em cerca de 20 passes mais ou menos.

  12. Marcelo Abdul Says:

    Bom, como foi escrito e você acaba de confirmar o jogo foi equilibrado. Obrigado!!!. Apenas me remeti ao lance do gol que foi chorado. Imediatamente visualizei o gol de Basílio em 1977. Acusar o blogueiro de diminuir o Corinthians porque não citei o lance de gol inteiro é o fim da picada. Já que você tem o seu blog é melhor você descrever o lance. Ninguém vai ditar o que eu escrevo ou deixo de escrever. Se não gostou, paciência.

  13. Antonio Carlos de Carvalho Says:

    Meu time pode ser melhor e dar show ou pode ser melhor e não dar show, mas nas 2 hipóteses o meu time terá jogado melhor.
    Conforme escrevi: “:Antonio Carlos de Carvalho Disse:
    12/01/2013 às 00:14
    Como eu disse, o Corinthians jogou melhor que o Chelsea”
    Mais claro do que isso impossível. essa opiniões maniqueístas do tipo: O Corinthians não deu um “show” de bola, tanto que até o minuto final o Chelsea quase marcou o gol de empate. Por acaso foi um baile como o Barcelona deu no Santos no ano passado?”
    Você complica demais. Resumo da ópera: não se joga melhor que o adversário apenas quando se dá show como o Barcelona, mas também quando se joga como o Corinthians jogou. Apenas melhor, sem dar show. Simples assim.

  14. everson freitas Says:

    SOU CORINTIANO, E QUERO DIZER QUE A CONTESTAÇÃO DA TAÇA TOYOTA, VEM PRINCIPALMENTE DOS CORINTIANOS ,PRINCIPALMENTE PARA SE DEFENDER DAQUELES QUE DIZEM QUE O TORNEIO DE 2000 NÃO VALEU NADA, PRIMEIRAMENTE QUERO DIZER QUE AQUELE TORNEIO FOI ORGANIZADO PELA FIFA ENTIDADE MÁXIMA DO FUTEBOL ENGLOBANDO TODOS OS CONTINENTES, O CORINTHIANS SERIA O REPRESENTANTE NATURAL DO PAIS SEDE POIS FOI CAMPEAO BRASILEIRO DE 98 E 99, É LOGICO QUE HOUVE ALGUMAS FALHAS POR EXEMPLO ESCOLHER O VASCO AO INVÉS DO PALMEIRAS, MAS TODO TORNEIO INAUGURAL NESSECITA DE ALGUMAS MUDANÇAS TANTO QUE NOS TORNEIOS DE 2005 EM DIANTE ELE ATINGIU O FORMATO IDEAL, POR EXEMPLO A PRIMEIRA LIBERTADORES DE 1960 CONTOU COM POUQUISSIMOS TIMES DE ALGUNS PAISES NÃO TODOS DA AMERICA DO SUL UM TORNEIO FRAQUISSIMO TECNICAMENTE MAS NINGUÉM CONTESTA O TITULO DO PENHAROL, A PRIMEIRA COPA DO MUNDO NÃO SE COMPARA COM AS COPAS ATUAIS MAS TODOS RECONHECEM O URUGUAI COMO O 1 CAMPEAO DO MUNDO. QUANTO AO INTERCONTINENTAL OU COPA TOYOTA A PARTIR DE 1980, EMBORA OFICIALMENTE NÃO HOMOLOGADO PELA FIFA COMO MUNDIAL E NEM PELA UEFA E COMENBOL ORGANIZADORES DO TORNEIO POIS NA PRÓPRIA TAÇA TOYOTA ESTA ESCRITO COPA EUROPA/AMERICA DO SUL, CONCORDO COM OS ARGUMENTOS DO ABDUL INDEPENDENTE DA NOMECLATURA DO TORNEIO TEMOS QUE CONSIDERAR O MÉRITO DESPORTIVO, O GRANDE SANTOS DO PELÉ GANHARIA DA MESMA FORMA COM A PARTICIPAÇÃO DE OUTROS CONTINENTES A MESMA COISA FLAMENGO DO ZICO OU SÃO PAULO DO TELÊ E SERIA DEMASIADAMENTE INJUSTO E CLUBÍSTICO DIZER QUE AQUELE JOGO DO JAPÃO ERA UM AMISTOSO, POIS ERA O SONHO DE CONSUMO DE TODO CLUBE E TORCIDA POR EXEMPLO O BRASIL PAROU PARA ASSISTIR AS FINAIS DO SÃO PAULO EM 92 E 93 EU MESMO ASSISTI AQUELAS PARTIDAS E DIGO CULTURALMENTE TODOS CONSIDERAVAM AQUELE TORNEIO COMO SENDO MUNDIAL POIS ENGLOBAVA OS DOIS CONTINENTES ONDE SE JOGA ATÉ HOJE O MELHOR FUTEBOL. ACREDITO QUE QUANDO OS ADVERSÁRIOS PARAREM DE MENOSPREZAR O MUNDIAL DO CORINTHIANS EM 2000, A CONTESTAÇÃO DO ANTIGO TORNEIO VAI DIMINUIR, MARCELO ABDUR GOSTARIA QUE VC COMENTASSE A MINHA RESPOSTA.

  15. Marcelo Abdul Says:

    Gostaria muito que todos os torcedores de outros clubes que não venceram a Intercontinental pensassem como você Everson. Resumiu tudo. É por ai. Abraços.

  16. Marcelo Abdul Says:

    Ahan, então tá. Fique com a sua opinião clubística tosca que eu fico com a minha. Abraços.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: