PERDEU MANO!

by

Mano Menezes: demitido

Hoje em reunião na alta cúpula da CBF na Federação Paulista de Futebol aconteceu uma verdadeira notícia bomba: Mano Menezes não é mais o técnico da seleção brasileira.

Por tudo o que o presidente Marin anunciava, Menezes estaria garantido até a final da Copa das Confederações no ano que vem. Após a partida contra a Argentina em La Bombonera, a CBF não quis pagar para ver. Apesar do título do medíocre “Superclássico das Américas” a entidade mandou o bilhete azul para o treinador.

Em 33 partidas as seleção de Mano venceu 21 partidas, empatou seis vezes e foi derrotada em apenas seis oportunidades. A seleção sob o seu comando dava sinais de bom futebol após uma boa estreia contra os Estados Unidos, mas o desempenho da seleção azedou com o passar dos jogos. Com Mano Menezes, o Brasil uma campanha bisonha na Copa América e não conseguiu quebrar a “maldição do ouro” nas Olimpíadas deste ano. Mesmo com um time melhor que o México, a equipe brasileira foi derrotada pela falta de conjunto.

Mano Menezes fez testes em demasia (chamou mais de 100 jogadores) e teve o azar de pegar a seleção brasileira numa entressafra. O conjunto e o tão falado “padrão de jogo” nunca aconteceu no time canarinho e nem poderia, dado o calendário absurdo que a CBF impõe a equipe pentacampeã do mundo a cada ano.

O treinador gaúcho está longe de ser um treinador medíocre. Muito pelo contrário. Provou o seu valor com títulos em clubes como o Grêmio e Corinthians, mas ainda falta cacife e bagagem para aguentar  a monstruosidade  de ser técnico de uma seleção brasileira. Mano falhou em montar uma equipe consistente e forte para 2014. A pressão no ano que vem e na Copa será avassaladora pois mais um fracasso em casa será um desastre para os cartolas da CBF. Mano havia perdido o rumo. Quis agradar todo mundo e acabou enfurecendo a maioria.

A seleção brasileira precisa de experiência e vigor. Felipão é o candidato número 1 ao cargo. Será surpreendente se vermos no comando nomes como Tite e Muricy, pois são tão retranqueiros e conservadores e inexperientes quanto Mano. Será como trocar seis por meia dúzia.

Scolari só não será treinador da seleção se não quiser. Mas em ano de Copa das Confederações e uma Copa do Mundo qual será o louco que recusará um desafio histórico desse porte?

A pífia era Mano Menezes terminou hoje e a esperança do Hexacampeonato mundial se renova.

6 Respostas to “PERDEU MANO!”

  1. ROBERTO Says:

    QUAL A CHANCE DO GUARDIOLA SER O TREINADOR?

  2. Marcelo Abdul Says:

    Difícil saber. O favorito é Felipão. Não sei se a mentalidade antiquada e nacionalista do Marin permitiria uma revolução dessas, mas o Guardiola deu o sinal verde. Se a opinião pública se manifestar porque não? Seria espetacular.

  3. Marcelo Bianchini Says:

    1- Experiência nunca foi critério para se recrutar treinador de seleção brasileira: Zagalo, Coutinho, Lazzaroni….O próprio Telê não tinha experiência nenhuma quando assumiu a seleção em 1980. A experiência dele era a mesma do Tite, do Murici…..
    2- Concordo que o Mano fez experiência demais e deu trela demais pros bacaninhas da imprensa.
    3- Ok A seleção mexicana era mais fraca do que a do Brasil, mas se pegarmos as eliminações em 96 e 00 quando tinhamos seleçoes melhores e situação bem favoráveis, o fracasso do Mano em Londres acaba sendo minimizado.
    Valeu.

  4. Marcelo Abdul Says:

    Telê Santana já tinha experiência como treinador há uma década. Foi campeão carioca em 1969, brasileiro em 1971 e gaúcho em 1977. Experiência ele tinha de sobra. Muricy tem muito mais experiência que Mano Menezes. Tite apareceu em 2000 com o Caxias. Muricy começou a treinar em 1994. Mano Menezes ganhou destaque em 2003 com o XV de Campo Bom. Zagalo já era técnico bicampeão pelo Botafogo em 1968, tinha uma certa experiência como treinador sim. Coutinho foi a exceção e fez uma boa campanha na Copa de 1978.

    O nível das seleções das Olimpíadas em 1996 e 2000 era um pouco melhor. Em 2012 Brasil e México foram os melhores disparados. O Brasil tinha um melhor elenco que o México, mas o que pesou também foi a péssima campanha na Copa América, a falta de padrão de jogo e as derrotas paras a seleções mais experientes. A seleção de Mano só bateu em bêbado e falhou nas partidas mais importantes. E temos uma Copa do Mundo em casa para disputar.

  5. Marcelo Bianchini Says:

    1- O Telê começou a sua carreira como técnico em 69. Em 1980 ele tinha 11 anos de carreira quando foi convidado para assumir a seleção da recém criada CBF. Em termos de perfil, conceito de futebol não tem comparar o Telê com o Tite, o Muricy….Mas em termos de experiência profissional eu acho que se equivalem.
    2- Em 1996, o Brasil vencia a Nigéria por dois gols de diferença e permitiu a virada. Em 2000 conseguiu ser eliminada por Camarões mesmo tendo dois jogadores a mais.
    3- Quanto ao bater em bêbado, concordo com vc.

  6. Marcelo Abdul Says:

    Pois é xará. São 11 anos. Experiência para dirigir a seleção ele tinha de sobra. Concordo que eles se equivalem em experiência profissional. Em 1996 e 2000 o Brasil perdeu para os campeões do torneio. Os times africanos eram fortes. Além do Brasil venceram equipes favoritas como Argentina e Espanha.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: