A COPA “DELES”

by

O mundial de futebol que será realizado em nosso país em 2014 fica cada dia mais nebuloso e estranho. A impressão é de que vamos ter uma Copa no Brasil que não vai ser necessariamente sediada no Brasil.

Como foi feito ao longo da história desse país, o mundial vai ser organizado por um pequeno grupo elitista num escritório acarpetado apesar da maioria da população ser a principal pagadora desse torneio.

Depois de uma “comissão de notáveis” como Paulo Coelho e Gisele Bundchen, “especialistas” em futebol e designer avançado selecionarem um dos logos mais patéticos da história das Copas, agora vemos a escolha ridícula do nome da bola e do mascote da competição.

Tatu Bola: bonitinho mas ordinário

Certo, o mascote até que é bonitinho e um pouco original. Mas a escolha dele foi totalmente antidemocrática.

Assim como a escolha do nome da bola oficial do mundial: Brazuca, com “Z”.

Um senhor exemplo de como o nosso país ainda carrega fortes traços de submissão colonialista. Pelo menos esse é o pensamento da “pequena elite” que comanda os rumos desse mundial. Nem as justificativas mercadológicas justificam esse atentado.

Brazuca com “Z”: escolha tosca e pré-imposta

O Maracanã, principal casa da seleção brasileira só irá poder ver o Brasil, numa possível final, se é que o time do capenga Mano Menezes chegará até lá. Uma decisão retrógrada, babaca e claramente política. O Brasil, dono da casa vai ter que fazer uma excursão itinerante pela nação durante o Mundial para agradar políticos locais.

Nem é necessário tecer algum comentários sobre o volume gasto em estádios bilionários e nos ingressos absurdamente caros. Isso é público e notório.

A Copa no Brasil em 2014 será um torneio surreal para a maioria do povo brasileiro. Ele que é o principal pagador e que não poderá ver as partidas nos luxuosos estádios e camarotes.

Não sobrou nem a participação na escolha dos símbolos do mundial. Eles já vem viciados, escolhidos a dedo como os candidatos babacas e incompetentes pelos quais somos obrigados a votar no mês de Outubro.

Uma Copa que será o reflexo do Brasil do passado e do atual,  de Cabral até a República “Café com Leite”, das ditaduras de Getúlio a Garrastazu Médici. Da “Nova República” imposta pela perda da emenda Dante de Oliveira até o governo de mensaleiros corruptos.

Um torneio que é o exemplo putrefato da história de nosso país.

Anúncios

4 Respostas to “A COPA “DELES””

  1. Guina Rodrigues Says:

    “Deles” mas quem paga a conta é a gente!

  2. Guina Rodrigues Says:

    Roubado!

  3. Marcelo Abdul Says:

    Opa. Escrever “roubado” num post desse é sacanagem! Rssss.

  4. Marcelo Abdul Says:

    Falso Capitalismo travestido de investimento estatal. É como se a Copa fosse feita na China. Não há nenhuma diferença.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: