APAGÃO EM GOIÂNIA

by

Eu poderia escrever várias coisas sobre o desastre de ontem, mas vou ficar quieto. Qualquer coisa que se escreva a cada nova derrota são paulina é chover no molhado. Tomar quatro gols do lanterna do campeonato ainda no primeiro tempo é dose para Leão. Leão? Ops. Esse já foi. Adiantou alguma coisa trocar de técnico?

O Ney Franco vai ter muito trabalho. Time em formação é uma merda. Ganha uma, perde outra. A formação tática muda a cada partida… Instabilidade total. Mas não devemos nos preocupar. Paulo Assunção vem aí. Quem???

Ironias a parte, estou cansado de digitar coisas negativas sobre o clube pelo qual torço. O meu blog parece um espaço de corneta. O negócio é ter paciência, tomar um suco de maracujá e caminhar por entre as árvores do Ibirapuera para dar uma acalmada no espírito. Em 40 anos de vida nunca vi um São Paulo FC tão desequilibrado e com uma defesa tão ruim. Nem nos tempos de Paulão Desmaio e Ameli presenciei tantas barbaridades.

Ontem foi comprovado que o tal de Rhodolfo só tem tamanho e que não era somente o Paulo Miranda, Edson Silva e o João Felipe os responsáveis pelas lambanças. O meio campo também não ajuda. Jadson…meu Deus…

Bom, já  escrevi demais não é? Inevitável.

Até a próxima.

6 Respostas to “APAGÃO EM GOIÂNIA”

  1. Paulo Rubens de Abreu Says:

    É Bdul. A coisa tá feia!

  2. ADRIANO MARTINS Says:

    Abdul, tudo bem ?
    Sempre passo pelo seu blog, que é muito interessante, mas não tenho o costume de comentar, nem no seu e nem nos outros, mas hoje, depois de ter assistido o jogo de ontem do tricolor, refletido durante um bom periodo da noite, gostaria de compartilhar o sentimento.
    Tenho 40 anos, acompanho o São Paulo desde 80, quando tinha 8. A despeito de meu pai ser palmeirense, descobri o clube, vi a camisa, meio que me apaixonei de imediato, e não houve influência que me fizesse voltar atrás. Serginho, Renato, Mario Sergio, Everton … enfim … Frequentei estádios no final dos anos 80 e inicio de 90, e depois parei, até mesmo porque o futebol foi ficando sem graça, as arquibancadas ficaram violentas, e, principalmente, os jogadores ficaram muito ruins. Acabei por trocar um pouco desse vicio pelo Rock e Metal em geral, outro amor incondicional que surgiu também nos idos 80, mais precisamente 84.
    Mas bom, voltando ao assunto, que é o que importa, concordo com você, eu também nunca vi um time tão confuso, mau arrumado, desacertado e sem confiança como este. Já tivemos jogadores ruins, todos tiveram, mas com toda a sinceridade, eu nunca presenciei um grupo de jogadores sem consistência como este. Não temos, hoje, laterais confiáveis. Não temos zagueiros confiáveis. Não temos volantes de marcação eficientes, não temos jogadores de criação. Em resumo, temos 3 jogadores: um goleiro que é um mito na história do clube, mas com idade avançada; um atacante que briga, luta, mas que não resolve sozinho; e uma joia rara que já sinaliza o desejo de cair fora do barco que pode afundar … o resto é um bando que corre, desconexo, sem objetivo …
    Olhando para o passado, me lembro que revelávamos jogados com muita facilidade, tinhamos olheiros espalhados pelo interior do país, traziamos jogadores com muito mais perspicácia. O time de 86, campeão brasileiro, tinha na titularidade praticamente sua metade formada pela base (Muller, Sidney, Silas, Nelsinho) … Os times de 92, 93, tinham seus pratas da casa. Há mais de 10 anos não conseguimos fazer isso, o último time que conseguiu elevar jogadores foi o do Vadão, criticado mas que gerou Kaká, Julio Batista e outros. Era o segredo do São Paulo, revelar jogadores e misturá-los a um elenco com outros grandes jogadores, uma prática que dava certo, e era o nosso segredo de sucesso que perdurou por mais de 20 anos.
    O que aconteceu ?
    Perguntamos, mas não sabemos a resposta, apesar de obvia.
    Hoje, jogadores da base são peças previamente colocadas por interesses que não o favorecimento do clube. Não é possível que existam tantos garotos promissores (eu mesmo vejo, na varzea, na rua) e não tenhamos essa qualidade de escolha. Promessas ruins estão sendo deixados no clube, em troca do que não sabemos (ou sabemos e não podemos mencionar ?). Ou será que a qualidade dos jogadores de futebol caiu ?
    Não sei …
    O que sei é que temos um time muito ruim, jogadores muito ruins, de qualidade técnica sofrivel, que não há técnico que consiga dar forma ou padrão, porque não há qualidade mesmo …
    Não tentando ser pessimista, e sim realista, o momento é de entender nossa mediocridade, e ter a humildade necessária para buscar a nossa permanência na primeira divisão. É entender que estamos no mesmo nível no Sport, Nautico, Santos (sem Neymar é tão ruim como o SP), Coritiba … É se fechar nesse objetivo, trabalhar para conquistar 50, 53 pontos, e o que vier depois é lucro, porque eu não enxergo no São Paulo um time com capacidade para jogar e ganhar de Vasco, Botafogo, Fluminense, Gremio, Internacional, Gambas, Porcada e Atlético-MG hoje … Ganhamos do Atlético ? Sim, mas foi um equivoco, não temos time melhor …
    Não temos time para conquistar absolutamente nada neste campeonato, não teremos condições de brigar por vaga em Libertadores e sinto, pela primeira vez desde 98, o medo do descenso.
    desculpe-me pelo tamanho do texto, mas é um desabafo …

  3. Marcelo Abdul Says:

    Tá horrível. Que falta de vergonha na cara.

  4. Marcelo Abdul Says:

    Oi Adriano. Somos contemporâneos. Também comecei a curtir o tricolor nos anos 80 com a “máquina tricolor” formada pelo Carlos Alberto Silva, um puta de um técnico que foi injustiçado pelo babaca do Ricardo Teixeira. Quem viu os times dos anos 80 e principalmente a esquadra bicampeã do mundo em 92/93 só tem a lamentar hoje. O São Paulo é um arremedo, uma coisa incompleta. Ontem ao ver o jogo com meus amigos,notamos que o senhor Rodrigo Caio não soube nem bater um lateral. Repito, um lateral. Como esses caras querem ser titulares de um clube como o São Paulo se não conhecem os mínimos conceitos de futebol? Não acertam um mero passe de 3 metros, não tem nenhuma técnica apurada e só sabem correr como zebras. O futebol caiu muito no Brasil tecnicamente. O que mostra que realmente esse lance de jogadores de base terem padrinhos ou empresários só fodeu a nossa capacidade de revelar novos craques. Eu também acho que o São Paulo não vai se classificar para a Libertadores ou ganhar a Sul Americana. Tem times muito melhores. Enfim é a triste e atual realidade do clube. Valeu pelo desabafo. Eu me idenfifiquei muito com ele.

  5. guina Says:

    Foi duro de assistir o 1º tempo, mas o intervalo serviu para mostrar do que pode ser capaz o Ney Franco. E pode me cobrar aí, o SPFC vai fechar o ano com 1 título!
    O problema atual é a formação do meio-campo, e naum sei vcs notaram, mas o Jádson me parece ter algum problema, me parece um cara triste…É sério Abdul, naum é piada!

  6. Marcelo Abdul Says:

    Título Guina? Na minha opinião só se for protestado. Timinho bem cabaço ainda. Mas vamos ver. Quem sabe uma Sul-Americana, mas vai ter que melhorar muito. O meio campo é terrível. Ontem o Denílson ficou como principal armador e o Jadson ficou recuado mais para trás. Esquema de maluco. Ele realmente passa a impressão de ser bem desanimado. Deve ser saudades de Donestky. Quem sabe ele não volta pra lá para a nossa alegria?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: