PODER ABSOLUTO

by

Já diz o ditado que o “poder absoluto corrompe absolutamente”. A história nos mostrou que pessoas que se julgam acima do bem e do mal causaram as maiores catástrofes da humanidade.  Tarquínio, Sula, Nero, Átila, Hitler, Mao, Pol Pot, Pinochet, Milosevic… a lista é longa. Seus atos justificam as palavras escritas na primeira frase.

Dentro do microcosmo do futebol brasileiro temos outros grandes exemplos. Quem não se lembra de cartolas que por anos se perpetuaram no poder e no final deixaram os seus clubes na pindaíba? Bom, não vamos relembrar deles no momento, mas apenas falar de um que nasceu na cidade interiorana de Santa Rosa do Viterbo: Juvenal Juvêncio.

A última grande idéia do dirigente são paulino foi a de sacar o zagueiro Paulo Miranda há poucas horas do atleta atuar contra a Ponte Preta no estádio Moisés Lucarelli pela Copa do Brasil, competição que o tricolor do Morumbi nunca venceu ( o único grande do estado bandeirante que nunca faturou a competição).

Genial!

Uma atitude digna de arrancar aplausos e lágrimas tamanha a ousadia,  esperteza e a grande capacidade do cartola tricolor de ver futebol.

Sensacional. Quer dizer que depois de uma eliminação para o Santos  a culpa e a responsabilidade é de apenas de Paulo Miranda.

Pois é. Ele não conseguiu marcar o “medíocre e perna de pau” Neymar. Como se Lucas não tivesse pipocado mais uma vez em um jogo decisivo, Denis ter tomado um frango e Jadson não ter jogado nada.

Agora vem a pergunta. Quem no ano passado contratou o zagueiro agora responsabilizado pelas tragédias do tricolor? Pois é pessoal! Foi o Juvenal! E ele encheu a boca para dizer que estava contratando um belo reforço!

Ué! Ele não presta mais? Descobriu isso agora?

Mas o tal do Juju não entendia de futebol? Pelo jeito está caduco.

Jadson, um atleta que custou  uma fortuna  também não compareceu em campo na quarta-feira. Curioso, pelo fato do meio campista ser um dos jogadores mais caros e aclamados pelo presidente são paulino na sua contratação e que por causa de uma derrota para o Santos, perfeitamente normal pelas circustâncias da partida ser responsabilizado dessa maneira.

O resultado dessa merda toda? O time sentiu o baque  e o esquema tático de Leão teve que ser alterado e o time só não foi goleado pela Ponte Preta porque Denis pegou até o mosquito da dengue. Já pensaram se tivessem tirado o goleiro também?

O São Paulo estava no caminho certo como foi dito em postagens anteriores. A estrutura do time estava em construção e uma derrota para o atual  campeão da Libertadores e bicampeão paulista não pode ter como resultado uma autêntica “caça às bruxas”.

O tricolor jogava bem e contra o Santos não deu vexame, mas o craque do peixe  arrebentou no jogo. Não tinha um gênio do lado são paulino e a derrota foi normal. Simples.

Mas lá vem Juvenal, que se julga dono do clube e  com a total aprovação dos conselheiros e diretores “cumpadis”  interfe de maneira cafajeste no  trabalho do Leão. Os 12 jogos invictos do tricolor? Não valeram nada.

Um desastre. Mas não é esse o único exemplo da adminstração inoperante do chefão são paulino.

O programa sócio torcedor tinha 30 mil torcedores e  caiu vertiginosamente pela metade. O site está abandonado e desatualizado. Uma vergonha para um time que tem a terceira maior torcida do Brasil.

Patrocínio master? Nem pensar. Juvenal contratou até o Roberto Justus, mas até agora nada de concreto.

Mas a última é de doer o coração. A justiça autorizou a entrada da polícia no Morumbi para procurar a malfadada “Taça das Bolinhas”. É o fim da picada. Por causa da falta de ética de Juvenal Juvêncio a sede social pode ser invadida pelas autoridades. Situação vexatória para um time das glórias do São Paulo Futebol Clube. Nem nos piores momentos de Bastos Neto e Paulo Amaral se viu coisa igual.

Muitos torcedores irão discordar dessa coluna. Irão dizer que o patrimônio líquido do clube aumentou, que vai ter cobertura no Morumbi, que Cotia é um exemplo para os clubes do Brasil, etc.

Mas um clube não é moldado apenas pelo quanto tem em sua caixa registradora, mas sim pela alma de sua torcida.

Juvenal é um dirigente que pouco se lixa para a opinião dos torcedores e que tomou medidas absurdas nos últimos anos.

Teremos que aguentar esse cidadão até Abril de 2014. Isso se os conselheiros vitalícios não quiserem estender o mandato dele mais uma vez.

Talvez a solução não seja tirar Paulo Miranda e Jadson e sim substituir o presidente do São Paulo.

Porque o atual já passou do prazo de validade e já faz algum tempo.

Anúncios

8 Respostas to “PODER ABSOLUTO”

  1. guina Says:

    Roubado!
    Incrível que eu tive a idéia de fazer um post bem semelhante!

  2. Daniel Felippe Bello Says:

    Tá na hora de fazer um post sobre a imprensa anti-spfc. Essa semana tá insuportável. Posts sem embasamento no caso Oscar, enchendo o saco do caso Paulo Miranda, Até leão ser demitido sem razão, spfc vem de 12 vitorias e perde dois jogos é crise, até RC pq preencheu a porra de um documento errado estão fazendo tempestade. O que acontece? Desespero pq o SPFC reatou com a CBF? Até briguinha pq o Santos vai voltar a jogar no Morumbi arranjaram. QUE NOJO DESSA IMPRENSA!

  3. Reginaldo Marques Says:

    Olha Abdul, tenho de dar a mão a palmatória o JJ já deu o que tinha de dar, já passou da hora de ele tirar umas longas férias no seu haras, mas e ai eu te pergunto uma coisa e fica quem no lugar dele e com este abacaxi em que se transformou o São Paulo hoje? O Lapolla? Kara nunca foi tão difícil torcer para o Tricolor como nestes últimos anos.

  4. Marcelo Abdul Says:

    Guina, é que pensamos exatamente a mesma coisa desde que o Juvenal e o Aidar vieram com essa história de terceiro mandato. Desde o ano passado já alertávamos para o que iria ocorrer no clube. Não demorou muito. Abraços.

  5. Marcelo Abdul Says:

    Daniel, acho que devemos separar o joio do trigo. Em qualquer profissão existem os bons e os maus profissionais e o jornalismo não está isento disso. Existem veículos em que comentaristas e jornalistas fazem o seu trabalho com embasamento e imparcialidade. Não é o caso de alguns como o UOL e a Band, mas a melhor solução está no seu dedo. Se o cara é ruim e parcial não leia, não veja e rebata ferozmente a mentira dele se ele abrir espaço para isso. Afinal vivemos numa democracia. Abraços.

  6. Marcelo Abdul Says:

    Não sei como funciona a legislação no caso de Juvenal sair pela justiça. Devemos ver o estatuto do clube. Mas qualquer solução que coloque o tricolor de volta aos trilhos já será de bom grado. Mas pelo andar da carruagem e a lentidão dos tribunais nessa caso, o Juvenal fica até o final de seu mandato para o nosso imenso desgosto.

  7. Reginaldo Marques Says:

    Sem sacanagem… O novo ou o velho Estatuto?

  8. Marcelo Abdul Says:

    Na verdade o estatuto do São Paulo é como a constituição brasileira. Cheia de emendas e adendos. Eles o usam para reeleger o Juvenal mas proibem a terceira camisa.Lamentável.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: