RAIO X TRICOLOR 2011

by

O ano terminou para o São Paulo FC. E o balanço da temporada 2011 não foi nada animador. Derrotas inesperadas, tabu negativo em clássicos, eliminações vergonhosas, troca constante de técnicos e manobras de bastidores. Não fosse o gol 100 de Rogério, o milésimo jogo do arqueiro são paulino e a contratação de Luis Fabiano, o ano teria sido bem pior. Aqui vai um balanço do que aconteceu no pior ano do clube neste século. Lembro aos leitores que estamos no décimo primeiro ano do século vinte e um.

FATORES POSITIVOS –


Ceni marca o gol 100: histórico

Gol 100 de Rogério Ceni – Uma fato inédito na história do futebol mundial. Rogério Ceni fez o centésimo gol de sua carreira justamente contra o Corinthians, quebrando um tabu de quase quatro anos do rival. Sem dúvida foi o fato positivo mais importante do clube do ano. Mas o título do campeonato paulista parou no Santos de Neymar e Ganso mais uma vez na semifinal.

Rogério Ceni faz seu milésimo jogo: consagração

Milésimo jogo – A torcida fez uma linda festa para o milésimo jogo de Rogério Ceni no Morumbi no jogo do campeonato brasileiro contra o Atlético Mineiro. Foi a consagração de um dos maiores arqueiros da história do futebol mundial. Mais do que a vitória contra o galo, o reconhecimento da torcida são paulina ao seu maior ídolo vai figurar como uma das poucas coisas boas que ocorreram no nebuloso ano de 2011.

Fabuloso: a volta do ídolo e dos gols

A volta de Luis Fabiano – Depois de uma recepção histórica no Morumbi com mais de 25 mil são paulinos, “Fabuloso” sofreu uma série de complicações físicas. A estréia do artilheiro foi sendo adiada mês após mês e gerou a desconfiança de parte da torcida e da imprensa. Depois de um excelente trabalho de recuperação finalmente Luis Fabiano reestreou com a camisa tricolor na partida contra o Flamengo no campeonato brasileiro. Depois de um tempo fora de ritmo de jogo, fabuloso voltou a marcar gols. O que mostra que a sua forma anda mais afiada do que nunca.

garotos de Cotia: contrariando a previsão de "especialistas"

Cotia – Apesar de muitos jornalistas e blogueiros dizerem que a base do São Paulo “não é aquela coisa” os resultados dos meninos falam por si e calam a boca dos entendidos. Vice-paulista sub 17, Campeão estadual  sub-20, o tricolor foi o clube que mais cedeu atletas da seleção brasileira  que conquistou o penta mundial na Colômbia este ano. São fatos que contrariam as previsões imbecis de “especialistas”.

Todos nós sabemos a maioria desses garotos não vão seguir uma carreira espetacular.  Alguns vão parar no meio do caminho e poucos vão entrar na sala da consagração. Isso é normal. Raras vezes um time de garotos seguiu inteiro até o time principal. No máximo cinco ou seis conseguem e olhem lá. Por acaso alguém lembra de como foi a carreira do meia Adriano depois dele se consagrar no Mundial sub-20 em 1993? E o Dudu Cearense que também foi considerado o melhor do torneio em 2003?  O São Paulo faz o caminho mais complicado, mas que vai trazer frutos vitoriosos no futuro. Cotia tem falhas que precisam ser aprimoradas? Sim, o clube precisa criar uma técnica de jogo desde as categorias de base e formar um estilo próprio. Algo que o Barcelona realiza com brilho e que o consagrou como o melhor time do mundo na atualidade. Basta o clube   e a sua direção terem força de vontade.

FATORES NEGATIVOS –

Juvenal faz um dos discursos mais vergonhosos da história do São Paulo:golpe

O “golpe” de Juvenal Juvêncio – Há dois mandatos na presidência do São Paulo, Juvenal Juvêncio e a maioria do conselho resolveram alterar o estatuto do São Paulo com um casuísmo jurídico. Conselheiros foram convocados na calada da noite para votar uma nova reeleição ilegalmente. Como mudanças estatutárias tem que serem votadas pelos sócios como manda a lei do Código Civil, Juvenal está com o seu mandato sob júdice e está arriscado a perder a presidência do clube.

Uma das manobras mais nefastas que o São Paulo Futebol Clube já viveu em a sua história recente. Um clube que era aberto ao pluralismo de ídéias e alternância de poder caiu em vícios podres adotados pelos times rivais em um passado recente. Uma mancha para o clube e que apresenta consequências desastrosas.

Adilson Batista chega ao Morumbi: no inicio só sorrisos, depois...

Técnicos – Paulo César Carpegiani e Adilson Bastista falharam. Mais por culpa dos atletas do que deles próprios é verdade. Mas não dá pra negar que eles tem a sua parcela de responsabilidade ao inventarem conceitos absurdos e trocas desnecessárias em campo. A torcida são paulina não vai sentir a menor falta deles.

Rogério não defende o penalti do Libertad: derrotas vergonhosas

Vexames nos mata-matas – Perder disputas em mata-matas é até certo ponto aceitável. Mas a maior vergonha para a torcida são paulina foram as eliminações de times como o Avaí (último colocado no campeonato brasileiro desse ano) e o Libertad (clube pequeno no Paraguai) com apresentações desastrosas fora de casa. Na Copa do Brasil, o São Paulo começou vencendo em Floripa e deixou o Avaí virar para três. Na Copa Sul Americana o São Paulo não jogou absolutamente nada em Assuncion perdeu por dois a zero. Detalhe: nas primeiras partidas no Morumbi o tricolor jogou muito mal.

Dagoberto deixa o São Paulo: para muitos torcedores, já foi tarde

Dagoberto – Considerada a “estrela principal” por muitos dirigentes e torcedores, o atacante nunca conseguiu corresponder a essa expectativa. Sempre foi no máximo um bom coadjuvante que alternava bons e maus momentos. Inconstante em campo, Dagoberto tinha uma boa atuação em uma partida para depois sumir completamente em três. Durante a sua negociação com o Internacional jogou tudo o que sabia no São Paulo e foi o melhor atleta do tricolor no ano. Mas bastou assinar o pré-contrato com o time gaúcho que seu futebol desapareceu novamente. Hoje, encostado e prestes a ir para o Rio Grande do Sul, Dagoberto é apenas um fantasma dos bons tempos em que passou no Morumbi. O capítulo final dele no São Paulo é patético e  melancólico. Já vai tarde.

Casemiro: muita choradeira e pouco futebol

Casemiro e Henrique – “Jóias da coroa” , os dois atletas vindos de Cotia pisaram na bola após conquistarem o pentacampeonato sub-20 pela seleção brasileira. Depois de desembarcarem no aeroporto, os “meninos” repetiram o vexame de seu ex-coleguinha Oscar e exigiram um melhor contrato e aumento salarial para poderem continuar no São Paulo, com a ameaça de que haviam “clubes estrangeiros” interessados neles. A diretoria tricolor correu para renovar com ambos e passados alguns meses, as suas pífias atuações   revelaram que o clube fez um péssimo negócio. Melhor seria se o São Paulo os tivesse vendido. Jogadores que provocam esse tipo de situação não merecem vestir a camisa do clube. O tempo provou que eles precisam amadurecer muito se quiserem jogar futebol num clube grande.

Rivaldo: sem o mesmo brilho do passado

Rivaldo – Depois de uma estréia magistral conta a Linense pelo campeonato paulista, Rivaldo não conseguiu repetir as boas atuações durante o ano. Colocado na reserva, por Paulo César Carpegiani, o meia pentacampeão do mundo meteu a boca no trombone depois da ridícula eliminação contra o Avaí. Foi mantido a duras penas e ajudou em alguns jogos no segundo tempo, mas não convenceu a diretoria e parte da torcida. Ainda sobra talento em Rivaldo, mas o problema é físico. O seu desgaste em campo é vísivel e a falta de talento do time colaborou para que a experiência do meia fracassasse no São Paulo. Uma pena. Rivaldo era o complemento do bolo que acabou virando a principal esperança da torcida pelo seu passado de “melhor do mundo”. Deu tudo errado.

Juan: o pior jogador do São Paulo no ano

Juan – O lateral direito foi criado  nas categorias de base do São Paulo. Nem chegou a esquentar o banco do time de cima e foi embora do clube bem cedo. Fez um relativo sucesso no Flamengo e voltou para acabar com a carência de um setor problemático no time. Mas as suas desastrosas atuações desse ano fizeram a torcida questionar a diretoria do porque trocar Junior César por ele.  Juan foi sem dúvida o pior titular do tricolor em 2011. Falhas da cobertura, marcação risível,  passes errados, finalizações bisonhas, alguns golzinhos é verdade, mas nada que tenha feito o atleta se redimir de um péssimo ano. Em suma Juan vai precisar melhorar muito se quiser continuar titular. Porque basta aparecer alguém um pouquinho melhor para que ele esquente o banco do São Paulo no ano de 2012.

Marlos: a promessa que nunca se concretizou

Marlos, a eterna promessa – Muricy, Ricardo Gomes, Sérgio Baresi, Carpegiani, Adílson Batista, Milton Cruz e Leão. Todos esses técnicos deram uma chance a Marlos, ou “Lionel” Marlos como disse estupidamente um diretor do São Paulo há alguns anos. Com todos esses treinadores sob seu comando, o atacante nunca conseguiu apresentar uma evolução. Pelo contrário, seu futebol piorou dia após dia. A torcida não vê a hora do “Messi” brasuca genérico ir embora. Sua ausência é um grande reforço no elenco são paulino no ano que vem. A torcida agradecerá aos céus.

Fernandinho: atacante de time pequeno

Fernadinho – Um dos piores atacantes que o tricolor teve em cinco anos. É veloz, mas atua olhando para o chão. Tem apenas uma jogada na linha de fundo e é presa fácil até de zagueiros medíocres. Não tem habilidade e falha feio na maioria das finalizações. Outra promessa que deu nos burros na água. “Super Fernandinho” até que começou bem no São Paulo fazendo quatro gols em apenas um jogo. Mas depois o atacante fez atuações pavorosas e caiu em desgraça com a torcida. Se for embora será outro reforço.

Rhodolfo "Frankstein": bom início e queda

Defesa capenga – As brigas de Juvenal com Alex Silva e a falta de habilidade em lidar com a renovação de Miranda tiveram uma consequência. A retaguarda são paulina, um dos principais setores do time desmoronou. Rhodolfo e João Felipe até tiveram um início promissor mas falharam em partidas decisivas na Copa do Brasil e principalmente no campeonato brasileiro. As presepadas na defesa no segundo turno foram risíveis, dignas de uma comédia dos Trapalhões. Bolas altas são sinônimos de gol na área defensiva são paulina. Isso sem falar nas falhas de cobertura e o constante nervosismo. Até mesmo o garoto de Cotia Luiz Eduardo fez um gol contra.

Xandão foi reserva durante a maioria dos jogos na temporada e quando entrou fez muitas lambanças e não deu conta do recado. Rhodolfo balançou depois de sua convocação para a seleção brasileira e depois de uma suposta  proposta da Juventus, nunca mais foi o mesmo. João Felipe acreditou mesmo que era Beckenbauer e se deu muito mal. Tem capacidade, mas precisa evoluir e amadurecer como zagueiro.

Carlinho Paraíba: somente "garra" não resolve os problemas do meio campo

Meio campo ineficiente – Wellington, Jean, Carlinhos Paraíba e Denílson não podem ser considerados atletas “pernas de pau”, mas existem limitações técnicas em todos eles, não resta a menor dúvida. Ambos tem a característica de destruir e marcar. Criar jogadas, dar passes precisos para os atacantes além de avançarem até o gol não é a praia deles. O principal setor do futebol é carente de talentos no Morumbi. O São Paulo não tem meio campistas habilidosos que possam prender a bola e criar situações de gols. Raça, valentia e disposição são bem vindos até a página três. De resto essa carência na meia cancha sobrecarrega defesa e o ataque e torna o time presa fácil de clubes até menos expressivos tecnicamente.

A falta de um meio campo de qualidade é um fator de desequilíbrio para todo o time. É a engrenagem que não pode faltar no futebol pós- moderno de hoje.  Esse atleta não existe atualmente no São Paulo e faz uma tremenda falta. Para os que pensam o contrário olhem a seleção espanhola, Barcelona, Santos e os cinco primeiros colocados do campeonato brasileiro. Quase não há armadores não é Juvenal?

Anúncios

6 Respostas to “RAIO X TRICOLOR 2011”

  1. Geraldo "JASON" Lina Says:

    Boa Abdul.
    Concordo com quase tudo, acho que o JJ vacilou quando perdeu Alex Silva e Miranda, e ali a casa caiu pra gente.
    Acho o Fernandinho mediano tbm, e se o Tricolor trouxer laterais decentes, não vai ter lugar pra ele no time.
    O meio de campo é fraquinho, fraquinho, mas ontem o Denilson jogou muito bem.
    O conjunto é ruim, mas temos alguns bons valores individuais: Rhodolfo, Lucas, Denilson, Luis Fabiano, Casemiro. Mais alguns caras bons e com vontade de vencer, podem fazer o São Paulo voltar a ser o papa títulos ano que vem.

  2. Marcelo Abdul Says:

    Precisa melhorar muita coisa. Antes de ganhar qualquer título o time precisa jogar bem e isso não acontece faz algum tempo. Ontem contra o time B do Santos não dá pra falar nada. Foi mais um treino de luxo do que um jogo.

  3. Paulo Rubens Says:

    Carai! Análise mais completa que eu vi do tricolor este ano. Pra resumir foi um ano de merda. Tirando o gol 100 em cima da galinhada o resto pode jogar na lata do lixo.

  4. guinablog Says:

    Um ano de aprendizado! Matou a pau na análise.
    O Leão precisa de tempo, e a saída do Dagoberto já é um grande começo. Não desejo a infelicidade para o atleta e desejo boa sorte no Inter.
    Mas falta o MEIA, demos azar com o Cañete 9que se contundiu), mas vai voltar com tudo assim como fez o Fabuloso.
    Viram como a Europa engana (eu acompanho quase todos campeontao de lá), e pela tv parecia que o Denilson era muito bom, mas contra os canelas-brancas da Inglaterra fica fácil, ou não???

  5. Marcelo Abdul Says:

    Só de ver o Dagoberto fora já é um grande avanço. Muitos lá dentro do Morumbi devem ter respirado com um certo alívio. O mal do Denílson é o que acompanha todos os jovens valores que saem cedo daqui. O cara jogou pouco no Morumbi. Nunca teve um real “batismo de fogo”. Foi pra Inglaterra e se achou a última bolacha do pacote quando voltou. Mas as coisas não são bem assim. Agora que estamos vendo como o verdadeiro Denilson joga. E vamos falar a verdade. Ele só veio pro Brasil porque o Arsene Wenger colocou ele no banco.

  6. Marcelo Abdul Says:

    Foi um ano pra esquecer. Nem em 1996 me senti tão mal com um time do São Paulo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: