VERGONHA!

by

Marlos caido: a cara do atual São Paulo

De todos os participantes brasileiros classificados para a Copa Sul Americana, somente o Vasco da Gama conseguiu passar para as quartas de final do torneio.

Na fase internacional da competição, que se iniciou nas oitavas, Botafogo, Flamengo e São Paulo foram derrotados e agora somente poderão se preocupar com as últimas sete rodadas do campeonato brasileiro.

A pergunta que se faz a alguns desses times é a seguinte: se for para dar esses verdadeiros vexames contra times insignificantes da América do Sul para que esses clubes, considerados grandes aqui no Brasil participam do torneio?

Deixem a vaga para times que saibam honrar as suas camisas e que não poupem os seus principais atletas.

O Flamengo na semana passada jogou com um desinteresse gritante contra A Universidad do Chile e foi humilhado em casa por 4 x 0. Parecia que os rubro negros estavam ali só para comparecer e nada mais. Muitos jogadores afirmam que não tiraram o pé. Os torcedores e a imprensa duvidam. Resultado, o time de maior torcida do Brasil não vence um torneio internacional desde 1999.

O Botafogo conseguiu ser goleado pelo Independiente “genérico” da Colômbia pelo placar de 4 x 1. O time da estrela solitária realizou uma partida horrenda no Engenhão e não conseguiu sair do empate. O clube carioca além de ser humilhado na Colômbia, tomou olé de um esperto cachorrinho que invadiu o gramado. Mais um clube brasuca que na desculpa de “poupar” jogadores foi derrotado por um time meia boca e deu vexame internacional.

Botafogo é goleado na Colômbia: olé até do cachorro

O time de General Severiano não disputa uma Libertadores desde 1996. O único título sul americano que tem é a Copa Conmebol de 1993 há quase vinte anos. Não é possível que um presidente de clube resolva ignorar um torneio que além de prestígio e vaga na Libertadores concede dinheiro ao vencedor. Que mentalidade fechada e intransigente é essa?

O São Paulo também não escapou de uma atuação vexatória e horrenda contra o São Caetano do Paraguai, o “poderoso” Libertad. Mas diferente de seus pares brasileiros, o tricolor paulista não poupou ninguém e nem foi desclassificado por mero desinteresse na competição e sim pela incapacidade técnica e tática de seu time. Em casa, o tricolor paulista fez uma partida sofrível e só venceu por causa de um gol salvador de Luis Fabiano.

No acanhado estádio Nicolás Leoz em Assuncion, o São Paulo repetiu as péssimas atuações dos últimos embates e foi derrotado por um time considerado tecnicamente inferior, mas que teve muita raça, vontade e disciplina tática. Nem mesmo a vinda do técnico Leão acordou os preguiçosos atletas do time do Morumbi. A derrota, apesar do gol irregular dos paraguaios no segundo tempo foi justa.

O único time brasileiro que se sobressaiu do torneio foi o Vasco da Gama que goleou o boliviano Aurora por 8 x 3. Em Cochabamba o clube carioca foi contaminado pela mentalidade de que a “Sul Americana não vale nada” e botou o time reserva. Tomou uma sacolada de 3 x 1. Em casa, para não dar vexame fez o dever de casa. Resta saber até quando o Vasco vai manter essa postura. Afinal o clube de São Januário é líder do campeonato brasileiro e terá jogos difíceis no torneio. Por estar já classificado para a Libertadores do ano que vem, provavelmente vai adotar a mesma solução dos times brasileiros que já disseram adeus ao torneio. Ou seja, a prioridade será “caseira”.

O Vasco goleia o modesto Aurora: lição de casa

Mais uma vez o futebol brasileiro poderá passar em branco nessa Copa Sul Americana. Lembremos que nos anos sessenta, setenta e oitenta, os brasileiros tinham quase o mesmo tipo de mentalidade imbecil referente a Taça Libertadores. Resultado: quando acordaram os argentinos tinham 20 títulos na frente. No atual torneio da Conmebol, os “hermanos” já venceram cinco vezes contra apenas um único título do Internacional de Porto Alegre em 2008.

Pouco para um futebol pentacampeão do mundo. Os times brasileiros precisam descer do pedestal da arrogância e levar a Copa Sul Americana a sério. Não é uma Taça Libertadores é verdade, mas dá dinheiro e um certo prestígio internacional. O modesto Arnenal de Sarandi não reclamou quando venceu o torneio em 2007. Por que os clubes grandes brasileiros soltam tantas bravatas a respeito da competição? Se não querem participar deem a vaga para outro time. Melhor do que passar vexame e colocar o futebol brasileiro na berlinda ao perder para clubes menores da América do Sul.

Anúncios

6 Respostas to “VERGONHA!”

  1. Geraldo "JASON" Lina Says:

    Vergonha

  2. Marcelo Abdul Says:

    A coisa tá feia Lina. Acho que é o pior São Paulo que eu vi jogar nos últimos tempos. Nâo me lembro de ter visto um time tão ruim como esse.

  3. Geraldo "JASON" Lina Says:

    Não tenha dúvidas, é o pior São Paulo desde o tempo de Bordon e cia. ltda.
    O lado bom é que não dá pra descer mais do que isso.
    É o fundo do poço.

  4. Marcelo Abdul Says:

    Um estatística da revista Placar aponta os resultados do São Paulo desse ano como os piores desse século. Concordo. Lembra os tempos de Bordon e Reginaldo Cachorrão. O engraçado é que Bordon é ídolo na Alemanha. Vai entender essa vida.

  5. Paulo Rubens Says:

    Um time de merda! Pronto!

  6. Marcelo Abdul Says:

    Dá pra contestar? Impossível. Rsssss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: