A GERAÇÃO “FRALDINHA”

by

Brasil 0 x o Venezuela

O Brasil não saiu de um empate em 0 x 0 contra a Venezuela e a exemplo de seus rivais argentinos deu vexame na Copa América logo na estreia. A seleção canarinho começou bem no primeiro tempo mas pecou pelo excesso de firulas, gracinhas e individualismos desnecessários. Algo típico de uma seleção com jovens valores e que ainda procura o seu rumo.

Não se pode exigir que o Brasil se comporte como uma Espanha por exemplo. Foi um mau começo, perfeitamente aceitável pelo fim da estafante temporada de alguns jogadores e a volta das férias de alguns. Mas faltou mais objetividade e “tesão” dos jogadores numa partida de torneio sul americano. Até parecia que o Brasil estava disputando um amistoso caça-níqueis em Londres.  Aguentar a defesa canarinho ser incomodada por Rondon foi brincadeira. Na Copa América a pegada é mais embaixo.

Ainda é cedo para se afirmar algo da equipe de Mano Meneses. Alias, os quatro jogos da Copa América até aqui tem sido muito ruins. Todos os times jogam com o mesmo esquema colocando quatro homens na linha de trás. E ainda tem jornalistas que afirmam que esse é um ”estilo europeu”. Não vejo as principais seleções da Europa jogar assim atualmente com a exceção da Itália e da Suíça. Alguém está assistindo o campeonato errado. Faz tempo que o europeus não jogam mais com os onze atrás.

cachorro invade o gramado: fato mais interessante do jogo

O futebol brasileiro está globalizado. Seus jogadores são hipervalorizados e saem muito rápido do futebol brasileiro para jogarem na Europa. Cada vez mais os torneios de clubes tem muito mais importância do que os torneios de seleções. É a lei do mercado. A Champions League paga muitos mais do que a Copa América. E os atuais jogadores do escrete canarinho parecem não se interessar pelo espírito amador que um atleta de futebol deve ter ao vestir a camisa de uma seleção.

É a geração “fraldinha” do futebol brasileiro. Mimada, supervalorizada e que na hora do aperto não chama a responsabilidade para si. Exemplos não faltam. Kaká e Robinho tiveram excelentes atuações em seus clubes, mas na seleção falharam em momentos decisivos.

Resta saber se a nova geração comandada por Neymar, Ganso e Lucas vai dar continuidade a essa sina. Esperamos que não. Pois a seleção brasileira conta cada vez menos com a simpatia do povo. Empresários e presidentes de clubes europeus na concentração do Brasil revela bem o nível de seriedade do comando num torneio oficial. São sempre os mesmos cartolas que coincidentemente cometem os mesmos erros.

Enquanto isso ao descer de elevador vejo o eu porteiro do meu prédio com a TV desligada. Pergunto porque ele não está vendo o jogo do Brasil. E ele responde na lata: “- Prefiro ver o meu Palmeiras. Esses caras não estão com nada”.

Triste realidade.

Anúncios

4 Respostas to “A GERAÇÃO “FRALDINHA””

  1. Geraldo "JASON" Lina Says:

    Que se dane a seleção !
    kkkkkkkk

  2. Marcelo Abdul Says:

    Aquilo é seleção? Pensei que fosse uma vitrine pra vender jogador…rsss.

  3. GUINA SP10 Says:

    Abdul, ao ver o vira-latas entrar em campo, me lembrei do Garrincha no Chile em 62, tomando um “olé” do cachorrinho. Cara como o Garrincha jogava…

  4. Marcelo Abdul Says:

    Foi o único olé que o Garrinha tomou da vida. Eu vi uns lances dele num vídeo do Museu do Futebol. Parece coisa de outro planeta. Os dribles do Garrincha eram fantasmagóricos. Quase impossíveis de se repetir. .Na Copa de 1962 Garrincha carregou o time nas costas. Fez gol de pé esquerdo, de cabeça e por muitos anos foi o artilheiro do mundial de 1962. Ele fugiu totalmente de suas caracteristicas e se tornou um mito. O duro é muito jornalista comparar Robinho e Neymar com Pelé. Não tem como. Pelé e Garrincha são incomparáveis, únicos e jamais serão superados. E ambos jamais empataram com a Venezuela.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: