UMA NOVA FORMA DE DITADURA

by

Rede Globo: a emissora quer monopolizar os direitos de transmissão sem concorrência

Se escutam muitos debates nos últimos anos sobre os rumos do jornalismo brasileiro. De fato, as últimas experiências no ramo da mídia nos remete a um pesadelo semelhante ao de George Orwell no livro “1984”. A ditadura de 1964 calou os jornalistas mas o que vemos agora pós era 2000 é o mais puro exemplo de jornalismo boçal e servil de que tivemos notícia.

Hoje não são mais o militares que comandam a voz e os dedos de um profissional da escrita, mas as grandes empresas, os impérios da comunicação e outros interesses financeiros que transformam a profissão de jornalista num mero porta-voz corporativo. Praticamente um relações públicas indireto das empresas que pagam a sua emissora.

O maiores exemplos são a Globo e a Rede Record de televisão. A liberdade de imprensa é limitada por interesses econômicos, políticos e religiosos. Não se pode falar mal da Igreja Universal na emissora do bispo. Nenhum jornalista renomado e que recebe um salário milionário tem a coragem de investigar os polêmicos dízimos. Pelo contrário, até fazem reportagens a favor.

No caso da Globo, a situação é bem pior. Já tivemos exemplos históricos que a emissora dos Marinho sempre foi governista independente do presidente ser um ditador como Garrastazu Médici ou uma ex-guerrilheira de esquerda como Dilma Rousseff. Notícias desfavoráveis ao “estabelishment” atual são manipuladas igualmente hoje sob uma falsa premissa de democracia. Os profissionais mais independentes sabem que o conceito de “ jornalismo democrático” é uma mera ilusão. Seus veículos representam os interesses do dono da empresa e portanto é mais fácil ter no mercado jornalistas robôs que apenas reproduzem o que seus patrões querem ouvir e assistir.

Um dos exemplos mais contundentes da boçalidade que ocupou os meios de comunicação é o jornalismo esportivo. São raros os jornalistas dessa área que questionam verdadeiramente todas as nuances da editoria em que trabalham. A maioria faz vista grossa para os trambiques e maledicências dos cartolas nacionais, como se o futebol brasileiro fosse um exemplo de sucesso administrativo. Alguns “babam ovo” para cartolas corruptos que deveriam estar respondendo processos por evasão de divisas e maquiam as informações como se as atitudes negativas dos cartolas não afetassem a sociedade brasileira tão carente de punição a criminosos do colarinho branco.

A emissora de TV mais poderosa do Brasil anda de braços dados com esses desonestos dirigentes e comete barbaridades como se recusar a participar de uma livre concorrência para a aquisição de direitos televisivos dos clubes de futebol para depois negociar com eles individualmente no mais claro exemplo de um dos piores legados da sociedade capitalista: o monopólio.

Com todos os escândalos que começam a aparecer sobre a construção de estádios na Copa do Mundo de 2014 no Brasil, algumas poderosas emissoras ignoram o fato. Fazem programas alegres com apresentadores e comentaristas mambembes que tem a cara de que acabaram de sair de uma festa “rave” na Vila Olímpia. Nunca o conceito de “pão e circo” foi tão usado como agora nesse triste momento.

Tudo é permitido quando há dinheiro envolvido. Não importa se vem dos altos impostos que pagamos para a construção de arenas particulares ou de paraísos fiscais vindos de fundos suspeitos da máfia russa. Como diria Jorge Kajuru, “o dinheiro compra o cão e também o abanar do rabo”.

Uma época em que tomar partido de um caminho melhor para a sociedade é sinônimo de “patrulha” para alguns adeptos do mercantilismo da informação. Esse é o conceito mór da maioria dos veículos. A discriminação da própria essência da profissão do jornalista: a investigação.

Talvez Médici nem precisasse do DOPS e do DOI-CODI e de seus censores para calar a voz dos profissionais do jornalismo. Bastaria entrar na máquina do tempo e dar uma olhada no ano de 2011, em que cartolas de futebol suspeitos de corrupção mandam e desmandam no próprio congresso nacional e na presidente da república. Tudo isso com o aval das empresas de jornalismo que buscam cada vez mais alienar a nossa sociedade para satisfazer os seus parceiros comerciais.

Não há ditadura pior do que essa. Aquela que é travestida sob o manto da liberdade e que cai por um maço de reais colocados numa mala de um político qualquer. Se um governo manipula os meios de comunicação a democracia não existe. Porém se ocorre o fato inverso a democracia também é igualmente frágil e moribunda.

Anúncios

19 Respostas to “UMA NOVA FORMA DE DITADURA”

  1. Hannibal Says:

    E os órgãos competentes se omitem, as instituições não se manifestam, é uma vergonha! Como diria um traficante dono de morro no Rio: “-Tá dominado, tá tudo dominado!”

    O triste é ver blogueiro dito são paulino escrever asneiras, lambendo a emissora da Ditadura e jogando a culpa nos clubes, nojento! Virou um vendido, mas deixa estar, nessas horas é que vc conhece quem é quem.

    Até a próxima Abdul.

  2. Marcelo Abdul Says:

    Os clubes tem muita responsabilidade sim. Mas muitos dos argumentos usados pelo blogueiro caem por terra a medida que vemos que a Globo se recusou a entrar num processo licitatório honesto para não perder a audiência da novela das nove concorrendo com jogos do campeonato brasileiro.

  3. Geraldo "JASON" Lina Says:

    Não há ditadura pior do que essa. Aquela que é travestida sob o manto da liberdade e que cai por um maço de reais colocados numa mala de um político qualquer.

    Perfeito.

    Minha única discordância fica no fato de que eu considero a imprensa o 4º poder, e ela existe para fiscalizar o governo, demais instituições e denunciar possíveis desvios de rota.

    De qualquer forma, mais um texto top.

  4. Geraldo "JASON" Lina Says:

    Quem é o tal blogueiro sãopaulino que faz isso ?
    Fala o nome ai que eu quero esculachar.

  5. Marcelo Abdul Says:

    Sim. Mas a imprensa também tem os seus limites. Empresas de comunicação não devem influenciar políticos ou cartolas para ganhar vantagens. Como eu disse no última frase “Se um governo manipula os meios de comunicação a democracia não existe. Porém se ocorre o fato inverso a democracia também é igualmente frágil e moribunda”.

  6. Marcelo Abdul Says:

    Não tenho certeza. Acho que ele está se referindo ao Rica Perrone.

  7. Geraldo "JASON" Lina Says:

    É Abdul, teu amigo de arquibancada, dando uma de Aurélio Miguel…

    Populismo pouco é bobagem.

    http://www.ricaperrone.com.br/2011/03/225/

    Eu prefiro ficar com meus 800-900 page views diários que chutar a bunda da minha mãe por audiência.

    Tô tirando o link desse babaca do meu blogroll agora.

  8. Claudio Salich Says:

    Parabéns pelo brilhante texto Abdul. De fato vivemos numa ditadura moldada por uma emissora de TV.

  9. Marcelo Abdul Says:

    Tenho que admitir que o cara exagerou na dose. Acho o Rica um puta comentarista. Mas sem dúvida, nessa ele pisou na bola. Não pelo fato dele ser são paulino, mas porque as argumentações dele nesse caso não tem nada a ver com a realidade dos fatos. Eu concordo com você. O que ele quis foi gerar mais uma “polêmica” pra gerar a ira dos são paulinos e explodir os coments. Só discordo de uma coisa, o Aurélio Miguel jamais escreveria isso.

  10. Marcelo Abdul Says:

    É uma espécie de ditadura do tubo. Quando se esconde a corrupção da CBF em troca de favores pessoais isso é uma afronta a informação e a democracia também.

  11. Carlos Henrique Says:

    Cara, tu matou a pau, meus parabéns.

    Como represália, o SPFC poderia ter a mesma ideia do Vasco na final do Brasileiro de 2000 (com o logo do SBT na camisa).

    Dessa vez, o logo seria o da Record – ou vai lá, RedeTV.

    Abraços

  12. Marcelo Abdul Says:

    Valeu Carlos Henrique. Acho que o São Paulo por princípios não repetiria o gesto do Eurico. Naquela época o presidente do Vasco ficou puto porque a Globo o mostrou tirando os feridos de São Januário a base da chicotada na trágica final da Copa João Havelange em São Januário. Naquela época a linha editorial da emissora era bem diferente, inclusive com reportagens mostrando as bandalheiras de Ricardo Teixeira. Mas tudo azedou. Hoje, duvido que ela repita o mesmo procedimento.

    Acho que essa represália tem que vir da torcida são paulina, nas arquibancadas de modo irreverente e sem violência. Me lembro do jogo de despedida do Romário na seleção no Pacaembu que a torcida além de gritar em plenos pulmões “SBT, SBT” fez isso aqui embaixo.

    Rsssssss

  13. GUINA SP10 Says:

    o blog tá crescendo hein Abdul, daqui a pouco vc não precisa mais de mim. hahaaha.
    tô mandando este post, acho que tá bom, pode publicar

  14. Geraldo "JASON" Lina Says:

    Abdul, o Aurélio Miguel fez pior, deu a entender que o Morumbi vai se tornar um elefante branco sem a copa, a mesma argumentação do bloco da inveja !

    O cara se diz conselheiro do São Paulo e mete o pau no clube !?!?! Que porra é essa ????

    A coincidência aqui é que ambos são da oposição, por isso que eu digo lá no meu muquifo que quando eu reflito sobre as partes eu naturalmente tendo pro lado do JJ, mesmo sem gostar dessa porcaria de política, mas porque eu quero meu clube bem cuidado e a situação é a quem cuida mais e melhor.

    A oposição do São Paulo é um lixo.

  15. Marcelo Abdul Says:

    Acho que o Aurélio Miguel precisa esclarecer isso. Como atleta exemplar que ele foi inclusive combatendo a ditadura da família Mamede na Federação Brasileira de Judô eu tenho muita consideração por ele. Eu também acho que a oposição é um lixo. Mas não é por isso que o clube não deva ter oposição. Que tal algum orgão da imprensa entrevistar o Aurélio Miguel? Não seria legal saber o posicionamento dele sobre o fato?

  16. Rapidinhas do Lina « Blog do Lina Says:

    […] Leitura obrigatória – Dois textos sensacionais dos amigos Michel Toniato e Marcelo Abdul – sobre essa confusão toda que envolve o São Paulo e o futebol brasileiro. Todo sãopaulino deve ler. Aqui e aqui. […]

  17. Marcelo Abdul Says:

    Que é isso Guina. Você tem cadeira cativa aqui sempre. Seu post está ótimo. Tá publicado! 🙂

  18. julie sara Says:

    abdul vc tem certeza que vai fica nesse saite pra sempre!

  19. Marcelo Abdul Says:

    OI? Não entendi a sua colocação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: