AS BRUXAS EXISTEM

by

o "polemico" pênalti em Ronado: teorias conspiratórias e incompetência da CBF

Existe um motivo pelo qual eu não postei comentários sobre a última rodada do campeonato brasileiro. Não queria de maneira nenhuma expor uma ideia raivosa e destemperada sobre os últimos acontecimentos que envolveram o polêmico jogo Corinthians x Cruzeiro. Analisei, observei o vt do jogo e dei um tempo para expor as coisas de maneira equilibrada. De fato, o pênalti em cima de Ronaldo existiu. O zagueiro Gil do Cruzeiro foi infantil ao usar o seu corpo contra o centroavante alvinegro. O árbitro Sandro Meira Ricci acertou. E pênalti é pênalti em qualquer momento do jogo, seja ao primeiro ao último minuto do jogo. Mas o Cruzeiro foi prejudicado em muitos lances. Pelo menos dois impedimentos foram incorretamente marcados e faltas foram invertidas a favor do Corinthians. Mas são erros que acontecem em qualquer partida de futebol. Se acontecem em Copas do Mundo porque não ocorreriam no campeonato brasileiro?

Se descobrirmos que existe uma espécie de “esquema” a favor de um time A ou B é melhor parar de ver futebol. Para que assistir? Se já sabemos que tudo está comprado e dentro do “esquema” nos porões imundos da CBF porque prestigiar uma coisa comprada ou arranjada? É melhor ver Badmington. Erros ocorrem a favor ou contra todos os vinte times do campeonato nacional. Mas vamos dar pano para a manga. O Corinthians foi muito mais ajudado pelos erros de arbitragem do que prejudicado em todo o torneio. Mesmo assim eu prefiro acreditar que foi pura incompetência dos árbitros do que uma suposta conspiração para salvar o centenário do alvinegro do Parque São Jorge. Mas num mundo comandado por Ricardo Teixeira não dá pra botar a mão no fogo. Ives Mendes. Armando Marques e Edílson Pereira de Carvalho são exemplos claros de que a arbitragem no Brasil não é revestida de nenhuma santidade e nem imune à corrupção.

O fato de Andrés Sanchez ser “amigo do peito” de Ricardo Teixeira também ajuda bastante para as várias teorias da conspiração que rondam a internet no momento. O fato da imprensa puxar muito o saco do Corinthians visando maior audiência também colabora para que os torcedores de outros times corroborem um possível esquema CBF-Sanchez para fazer o alvinegro paulista ser campeão. Muitos preferem acreditar que isso não existe. Que o que vale é o bom futebol de Elias e Jucilei. Que Roberto Carlos, apesar de veterano é ainda o maior lateral esquerdo do Brasil e que Ronaldo, com 110 quilos deixa centroavantes como Fred e Washington no chinelo.

Mas se casos de corrupção ocorrem até na Itália e rebaixam até o maior campeão de lá porque não posso acreditar que isso ocorre também no Brasil? Aliás, por onde anda o senhor Edílson Pereira de Carvalho? Por incrível que pareça ele não foi julgado por seus crime s e ainda escreveu um livro. Portanto vamos deixar de hipocrisia. Se tivéssemos uma confederação de futebol mais transparente e menos nebulosa jamais iríamos desconfiar de nada ou formar mil teorias da conspiração. Mas o presidente da entidade não é o melhor exemplo de seguidor da Madre Tereza de Calcutá. Portanto sempre aparecerão nuvens e dúvidas sobre a integridade do torneio. Isso é triste, mas é um fato.

A CBF não tem moral para levantar a integridade e a honestidade de nada. São muitos os exemplos em vários torneios no passado que desmoralizam os campeonatos patrocinados pela entidade. Mesmo que o Corinthians, Fluminense e Cruzeiro sejam campeões por méritos próprios sempre terão aqueles que acusarão os times de participarem de um “esquemão”. Tudo fruto de uma entidade incompetente e nebulosa que dá margem para que cartolas acusem os árbitros de bandidos como fez Belluzzo no ano passado e como fez Zezé Perella agora. Independente dos chororôs dos clubes se formou uma cultura preocupante no futebol brasileiro do tipo “jogamos, mas sabemos que existem um esquema”. Quando isso ocorre é melhor parar. Os clubes deveriam tomar vergonha na cara e formar uma liga independente da CBF, extinguir o STJD e promover o profissionalismo do árbitros de futebol, além de levantarem a bandeira da tecnologia nas partidas.

Mas conhecemos bem os nossos cartolas. Cada um se preocupa com o que é melhor para si. Zezé Perella jogou cobras e lagartos domingo passado, mas é o chefe da delegação brasileira no jogo do Brasil x  Argentina nessa quarta.  Sanchez é amiguinho de Teixeira e divide o clube dos 13 para beneficiar a Rede Globo de televisão. Enquanto tivermos cartolas desse tipo o torcedor vai ter toda a razão para desconfiar de possíveis “esquemas” e “maracutaias”. Os dirigentes dos clubes são vítimas das próprias armadilhas que criaram para se beneficiarem.

Como torcedor eu prefiro acreditar que tais coisas não ocorrem com frequência, mas não dá para fechar os olhos. Na verdade sigo aquele velho ditado espanhol “ Eu não acredito em bruxas, mas que elas existem, existem”. No futebol brasileiro essa frase é mais verdadeira que nunca. Se isso não for verdade porque Simon, depois de tantos erros escandalosos vai para três Copas do Mundo e continua apitando as principais partidas do campeonato brasileiro?

Ops, mais uma teoria da conspiração, desculpem aí.

Anúncios

4 Respostas to “AS BRUXAS EXISTEM”

  1. Hannibal Says:

    Pra mim não foi, mas tudo não se resume a esse lance, o jogo foi algo surreal, cada impedimento… o que eu não vejo ninguém explicar é que sempre na dúvida é sempre pro mesmo lado, sempre…

    Pra terminar queria dizer também uma coisa: Cruzeiro e Fluminense, vão ser incompetentes lá na PQP!!!

  2. Marcelo Abdul Says:

    O juiz errou sim em vários lances contra o Cruzeiro. Eu achei pênalti no Ronaldo, mas você tem razão de duvidar das coisas. A nossa querida e transparente entidade dá margem pra isso. Quanto ao Cruzeiro e ao Fluminense os técnicos são o Cuca e o Muricy. Não dá pra falar mais nada né? rs.

  3. Geraldo "JASON" Lina Says:

    Você tem razão, eu vejo roubo e vejo conspiração.
    Mas não sou paranóico, por isso penso seriamente em parar de ter aquele blog que consome meu tempo e penso também em parar de acompanhar o futebol principalmente se o diferencial, o São Paulo FC, permitir a eleição do JJ outra vez.
    Quanto ao penalty no Ronaldo temos um fato novo, o penalty do Júlio César no atacante do Vitória ontem. Lance idêntico, se foi penalty no Ronaldo, foi penalty pro Vitória ontem, se não foi no Ronaldo também não deveria ter sido ontem.
    Aqui temos a mão humana, o erro ou o acerto, ou o pior: a manipulação.
    E é esta a encruzilhada que se encontra este torcedor que escreve estas linhas cheias de erros.
    Tem sim manipulação, e eu não consigo ver de outro jeito.
    Mataram a minha fé neste esporte.

  4. Marcelo Abdul Says:

    Não sei se o roubo existe. Mas não dá pra botar a mão no fogo até pelos exemplos do passado. O lance do Julio Cesar foi pênalti sim. Igualzinho ao lance do Ronaldo na semana passada. Se foi pênalti lá é pênalti cá. Fora que anularam um gol legítimo do Júnior, ou seja mesmo com o empate no Barradão o Corinthians saiu no lucro. No dia que a gente souber que é tudo “roubado” eu paro de fazer essa porra aqui. Mas enquanto o senhor Ricky Teixeira for presidente da CBF essa nuvem negra vai sempre pairar sobre nossas cabeças. Os cartola brasileiros são safados e vagabundos em sua grande maioria. Poucos se salvam.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: