O FLU LIDERA, MAS NÃO É TUDO ISSO

by

por Paulo César Caju

Estive domingo no Maracanã e vi a linda festa que a torcida do Fluminense fez para saudar o líder do Brasileirão. Mas vamos com calma, porque a bola que o time está jogando não é essa maravilha toda.

A vitória sobre o Inter foi merecida, mas houve algumas pitadas de sorte. No primeiro gol, o chute do Mariano bateu no Conca e matou o goleiro. Nessa altura a torcida já estava começando a ficar impaciente com o Washington, que não conseguia dominar uma bola.

O segundo gol veio pouco depois, numa bola parada. E o Celso Roth deu uma forcinha mexendo mal no time. Aliás, o que ele fez com o menino Oscar foi uma covardia. Botou o garoto no lugar do Tinga e o sacou antes da metade do segundo tempo.

Não entendo como o Diogo é titular do Flu com todos os treinadores que passam por lá. Ele erra passes de três metros.

Também não gosto da dupla Washington-Émerson. Tudo bem que eles fazem gol, mas têm pouca técnica.

O destaque do time é o Conca, que na minha opinião poderia dar mais do que dá. Ele é muito badalado pelos passes que dá, mas um jogador da posição dele precisa fazer mais do que isso. Quantos gols ele faz por ano? Por que não é nem cogitado para a seleção argentina?

Se fosse o Riva…

Para mim, falta a ele o que sobrava ao grande Rivellino: vontade de ser decisivo, de fazer gol, de ser mais participativo. O Riva passava como poucos e fazia gols a rodo. O Conca acha que dar “assistências”, essa palavra que está na moda, basta.

O Muricy continua fiel ao estilo que o levou a ter tanto sucesso no São Paulo: muita marcação, muitos volantes, zagueiros e atacantes altos e ênfase nas bolas paradas.

O seu grande mérito, na minha opinião, é algo que ele herdou do Telê Santana durante o período em que foi auxiliar dele no São Paulo. Ele trabalha muito e se dedica a melhorar os fundamentos dos jogadores.

Se o cara tem dificuldade para dominar uma bola também vai ter para fazer um passe. E tem jogador que não sabe se posicionar em campo de acordo com as circunstâncias da partida, o que é grave para quem chega a um time de primeira linha do futebol brasileiro.

Nessa tarefa de fazer o jogador crescer tecnicamente o Muricy é muito bom. Um exemplo disso no Fluminense é a evolução do Mariano. Ele era um lateral que errava muitos passes e cruzamentos, mas agora já melhorou bastante nesses fundamentos graças à insistência do Muricy nos treinamentos.

Ps – Postei a coluna do PC Caju aqui por um motivo. Muita gente acha o Muricy o ” maior técnico do planeta terra” e as coisas não são bem assim. Ele é esforçado, trabalhador e tem competência de sobra. Mas seus times primam pelo futebol competitivo e resguarda demais o meio campo e a defesa com volantes e defensores. Achei engraçado também ele descrever “que a torcida estava ficando impaciente com o Washington, que não conseguia dominar uma bola”.  Que novidade…rs.

Mas o fato mais curioso foi a opinião dele sobre o Conca. Muitos enchem a bola do argentino e até o rotulam de craque, mas se observarmos bem ele não é muito decisivo mesmo.  Passa bem a bola, mas as vezes some quando o time precisa dele. É uma visão interessante de um cara que entende de futebol e viu o jogo.  O Fluminense, apesar do belo elenco que tem já está tendo a cara do treinador. É  legal ver  esse lado  para não fazer nenhum julgamento precipitado. Principalmente da demissão do Muricy no tricolor paulista. Por que para muitos parece que o time estava voando até ser eliminado da Copa Libertadores do ano passado. E a história não foi bem assim não é?

Anúncios

2 Respostas to “O FLU LIDERA, MAS NÃO É TUDO ISSO”

  1. Geraldo "JASON" Lina Says:

    Duas coisas que precisam ser ditas sobre o Fluminense.
    A torcida do Fluminense deveria ser a torcida sãopaulina, nem a do Flamengo é tão maravilhosa. E nós ( quando digo nós me refiro ao geral sem querer dizer que a ou b são assim ), os modinhas, tinhamos que torcer pro Fludido pra aprender e entender o que o destino e a herança dos nossos pais nos reservou.
    E se não for o São Paulo, que seja o Fludido. O Muricy merece.
    ***(*) ******(*)

  2. Marcelo Abdul Says:

    Acho que os cariocas tem um jeito especial de torcer. É bem diferente da maneira de torcer dos paulistas. O carioca é mais feliz e voluntarioso. O paulista é mais sério e cobra mais os seus times. Acho que as torcidas dos grandes cariocas dá de dez em qualquer torcida dos grandes paulistas. Não só a do São Paulo. Eu não vou torcer pros caras não Lina. Tá louco? E se a gente reage? Deixa eles perderem uns pontinhos. Uhauahauaha!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: