AS AGRURAS DE UM SÃO PAULINO EM TEMPOS DE RICARDO GOMES

by

O pequeno Anderson Luis empata: Ricardo Gomes com a corda no pescoço

Bem pessoal. Poderia estar soltando cobras e lagartos sobre a partida de ontem, mas resolvi contar um pouco da minha “aventura” ontem no Morumbi. Sim, caros colegas, me dirigi à minha segunda casa na esperança de ver o desfalcado São Paulo reagir no brasileirão vencendo o “todo poderoso” Grêmio Prudente, que há pouco tempo atrás morava em Barueri e trocou de lar.

Cheguei ao Morumba, depois de pegar 3 conduções já que o nosso amado prefeito Kassab alterou todo o itnerário dos transportes da zona sul e não avisou ninguém. De pergunta a pergunta fui gastando os créditos do meu bilhete único até chegar ao templo sagrado.

Claro, as cadeiras estavam vazias. No entorno do palco, nem parecia que haveria jogo. O barzinho e o posto onde eu costumo comer minha coxinha antes da batalha estava vazio, sossegado como uma tarde bucólica do Morumbi.  Mas com fé na minha são paulinidade adentrei ao maior estádio do Estado de São Paulo e com outros nove mil corajosos “são paulinos pingados” vimos Washington marcar o primeiro gol e fazer o tento  mais rápido do Campeonato Brasileiro.

Corajosos guerreiros antes da peleja: o tricolor decepcionou novamente

De frente pro gol não tinha como Washington errar o alvo. O balançar das redes  pegou todos nós de surpresa e o grito saiu meio fraco das arquibancadas. Parecia que uma promissor goleada se encaminharia e que meus quinze reais seriam bem gastos mesmo com o time jogando sem Dagoberto e Fernandão.

Mas passados quinze minutos todas as nossas esperanças de uma noite feliz se apagaram. O São Paulo continuou com a sua saga mórbida e monótona de jogar uma peleja fraca e desnutrida de imaginação. Passes errados, chutões, cai cai irritante  de Fernandinho, a soberba futebolística de Hernanes e a canela sem classe  de Washington.

Para piorar os ex-clube de Barueri empatou depois de uma cabeçada onde um atleta baixinho ficou sozinho numa retagurada defendida pelos gigantes Alex Silva e Xandão.  Complementando a desgraça da noite,  um pênalti não marcado pelo pior árbitro dos últimos dez anos do futebol brasileiro e uma expulsão vaidosa do homem de amarelo.

Não vi futebol, apenas 22 homens atrás de uma bola, o que é bem diferente. Nem nas minhas saudosas peladas em Atibaia vi tanto descaso e mau trato contra a amada gorduchinha. O Atlético da Vila Nhocuné  trataria a bola com mais respeito e dignidade.

No meu relógio contava as horas para a maldita partida acabar e fechava os olhos perante tal desgraça. Tinha medo de que meu amor pelo clube fosse prejudicado tal a passividade com que os atletas com altos salários tratam de seu instrumento de trabalho.  Nos fins de semana onde jogo com uma saliente barriga, meu amor e dedicação nos gramados esburacados é muito maior do que os bem assalariados, atléticos e bem nutridos jogadores do tricolor paulista. Era futebol brasileiro ou um amistoso entre Albânia e Lichenstein? Fiquei na dúvida.  Nem em tempos “muricyanos” me recordo de ver um “espetáculo” tão pavoroso. Para um são paulino que ja viu a “máquina mortífera” de Telê Santana em 92-93 não poderia haver desgraça maior.

Ao término da partida saí indignado, injuriado e ferido,  pois torci o meu pé na saida para a João Jorge Saad.  O arrependimento de tal aventura na quarta a noite bateu de forma firme em minha alma. Mas foi imediatamente repreendida pelas lembranças dos bons tempos do nosso amado e glorioso tricolor.

O pesadelo havia acabado e hoje, quando acesso o mundo digital vejo a seguinte notícia : “Ricardo Gomes pode ser  demitido”.

Talvez a aventura não tenha sido tão trágica afinal…

Anúncios

4 Respostas to “AS AGRURAS DE UM SÃO PAULINO EM TEMPOS DE RICARDO GOMES”

  1. José Roberto Says:

    Abdul.
    Estimo melhoras.
    Camarada nunca ví em toda minha vida um técnico tão ruim, sem moral e amor próprio que esse ricardo gomes.
    O cara é vaiado, xingado, escurraçado, esculhambado e ainda insiste em se fazer de morto para continuar num cargo onde ninguém o que.
    Meu desespero é saber que essa Libertadores é das mais fáceis e vamos deixar escapar pelos vãos dos dedos porque o juju resolveu ser mais teimoso que nunca.
    Mais um ano que o clube gasta fortuna com um elenco que desde o ano passado mostrou não ter nenhum compromisso com as cores do tricolor.
    Quer apostar que o Inter leva essa e de quebra enfrenta o Mexicano com a certeza de já estar no mundial?
    Que pena que não pensem assím no Morumbi!

  2. Geraldo "JASON" Lina Says:

    É Abdul ! Que aventura torcer em um pais de aproveitadores.
    Mas o transporte em direção ao Morumbi vai mudar e até pra mim vai ser bom.
    Seja como for, parabéns por mais este belo texto e pela coragem de encarar um jogo de um péssimo São Paulo.
    Isso é ser torcedor.

    __X__

    ***(*) ******(*)

  3. Marcelo Abdul Says:

    Valeu Zé Roberto! Sem dúvida foi a pior partida do São Paulo que eu vi em minha vida. Pela primeira vez eu olhava o relógio torcendo para o sofrimento acabar. Parace que o Gomes vai sair e entrar o Dunga. De qualquer maneira não dá para falar que seremos os favoritos contra o Inter. É amigo. Demorou mas ela chegou. O São Paulo FC está em crise.

  4. Marcelo Abdul Says:

    Pois é Lina! Quando o metrô chegar o sofrimento vai ser bem menor. Deu pena de ver os pais levando a molecada para ver o jogo. A culpa não é só do Gomes e sim de muitos jogadores sem gana e espírito de vitória. Em outros atletas falta a maldita técnica mesmo. Não sabem dar um passe de 2 metros e nem conseguem matar uma bola. Ontem o que vimos no Morumbi foi um show de horrores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: