BLITZKRIEG – O CHOCOLATE ALEMÃO

by

Alemanha 4 x 0 Argentina


alemães se amontoam após terceiro gol: "os panzers" fazem mais uma vítima

A partida que vimos ontem de manhã no estádio Green Point  na cidade do Cabo não foi uma seleção alemã e sim um tanque Panzer  que atropelou e humilhou o time da Argentina. Todas as previsões catastróficas de que a defesa portenha não resistiria ao assédio alemão se confirmaram. A retaguarda argentina foi uma mãe, um pai e um avô para os abenegados do treinador Joachim Low. A exemplo do trágico jogo contra a Inglaterra, os alemães armaram um esquema em que os seus contra ataques rápidos e mortais deixaram o time de Maradona de calças curtas.

O gol ne Thomas Müller logo de ínicio foi uma ducha de água fria para a equipe argentina, que  foi obrigada e empatar o jogo e a expor a sua defesa aos rápidos  contra ataques alemães e ao talento de Bastian Schweinsteiger. Os atacantes Messi, Tevez e Higuain foram muito bem marcados e não conseguiram desenvolver uma única jogada perigosa ao gol de Neuer.

O medíocre meio campista  Mascherano não conseguiu segurar a Blitzkrieg alemã que passou pela  defesa argentina como manteiga nos 3 gols restantes. Miroslav Klose fez mais dois tentos e está a dois de superar o recorde de Ronaldo. E que partida fizeram Ozil,  Schweinsteiger e Müller.

Os nossos “hermanos” mais uma vez não conseguem passar para as semifinais de uma  Copa. Desde 1990 a Argentina não sabe o que é ficar entre os quatro primeiros e o “melhor do mundo” Messi não conseguiu repetir nos gramados da África do Sul,  o  seu sucesso no Barcelona.

Messi copiou o fracasso dos “herdeiros de Maradona”, Ortega, Riquelme e Pablo Aimar nos mundiais anteriores. Os argentinos, como sempre,  são supervalorizados, mas seus jogadores deixam muito a desejar quando os jogos são para valer.

Quanto aos alemães eles se transformaram em favoritos absloutos para vencer o seu quarto título mundial. É disparada a melhor seleção do torneio e que tem jovens valores que aliam disciplina, técnica e tática numa velocidade absurda. Vai ser muito difícil parar os alemães, que chegam a sua terceira semifinal seguida em Copas. Nenhuma outra seleção, nem mesmo o Brasil ficou tanto entre as quatro melhores seleções do planeta por tantas vezes. Segurem-se que esse tanque “Panzer” vai fazer mais vítimas.

Anúncios

2 Respostas to “BLITZKRIEG – O CHOCOLATE ALEMÃO”

  1. Geraldo "JASON" Lina Says:

    EU QUERO É MAIS.
    ***(*) ******(*)

  2. Marcelo Abdul Says:

    Alemanha tá destruindo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: