A “FÚRIA” QUEBRA UM TABU

by

Espanha 1 x 0 Paraguai

David Villa: a estrela do artilheiro brilha mais uma vez

Finalmente a seleção espanhola consegue escapar da “madição das quartas”, depois de várias  eliminações em mundiais anteriores. Pela primeira vez a “Fúria” vai para uma semifinal de Copa do Mundo e pela segunda vez fica entre os quatro primeiros desde 1950, em que não houve uma semifinal e sim um quadrangular de turno único vencido pelo Uruguai (putz, olha a celeste aí de novo).

Mas o caminho para que o time de Vicente Del Bosque ultrapassasse essa etapa não foi nada fácil como se imaginava. O técnico do Paraguai  Gerardo Martino decidiu trocar seis peças no confronto contra os espanhóis já que os guaranis não foram bem contra a seleção japonesa apesar da classificação.

Por muito pouco o Paraguai não venceu. Martino deu um nó tático em Del Bosque e o manjado futebol de toque de bola dos espanhois encontrou uma marcação dura e virgorosa. O atacante Fernando Torres mais uma vez fez um a partida apagada e a Espanha repetiu o futebol de jogos passados com muito toque de bola e poucas finalizações ao gol. Os paraguaios marcavam em linha e tentavam supreender no contra ataque.  Em alguns lances quase Casillas foi supreendido dada a fragilidade de Puyol e o estilo “atrapalhado” de Piqué.

O zagueiro espanhol segurou efusivamente o paraguaio Barreto e o juiz marcou pênalti. Cardoso, artilheiro do campeonato português com 23 gols, tinha tudo para se consagrar e deixar os guaranis em vantagem, mas aí brilhou a estrela do goleiro Casillas que defendeu a  péssima e nervosa cobrança. Logo em seguida foi a vez dos espanhois terem uma penalidade a seu favor. Mas Xavi Alonso, depois de acertar a primeira vez, errou a segunda cobrança  já que o primeiro penal foi invalidado pelo juiz.

Tudo indicava que a “maldição das quartas” iria se repetir para os espanhóis, mas dois jogadores de uma geração promissora da “Fúria” trataram de ruir esse muro supersticioso. Iniesta fez uma linda jogada e David Villa marcou o único gol da partida tornando-se o artilheiro da Copa com 5 gols. O Paraguai tentou um último suspiro mas Casillas novamente salvou a pátria.  A Espanha reedita a final da Euro 2008 contra a Alemanha na semifinal e os paraguaios voltam para casa com a sensação do dever cumprido.

Anúncios

4 Respostas to “A “FÚRIA” QUEBRA UM TABU”

  1. Hannibal Says:

    David Villa, Xavi e Iniesta, muito bons!

  2. Marcelo Abdul Says:

    A melhor geração da “Fúria” em todos os tempos.

  3. Geraldo "JASON" Lina Says:

    To torcendo contra a Espanha.
    Os caras mal tratam brasileiros em aeroportos.
    Memória de elefante é foda.
    ***(*) ******(*)

  4. Marcelo Abdul Says:

    Pois é Lina. Mas acho difícil a Espanha passar. A Alemanha “Panzer” tá acabando com tudo que vê pela frente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: