COPA 2010 – SÉTIMO DIA

by

Argentina 4 x 1 Coréia do Sul

Higuain comemora: três gols e artilharia provisória na Copa


Antes de mais nada quero deixar uma coisa bem clara. A pessoa que escreve para este blog é acima de tudo um amante do bom futebol. Portanto, não esperem que eu caia no anti argentinismo que tomou conta de uma grande parte da imprensa brasileira e que contaminou inclusive o marketing esportivo nacional com  algumas propagandas idiotas e outras divertidas. Os “hermanos” podem ser chatos, irritantes e convencidos mas jogam bola pra caramba. Lembram do post que eu disse sobre o torcedor gostar mais do futebol em si do que um simples nacionalismo idiota e fora de propósito?

Pois é.  Você brasileiro formado na escola brasileira de bola, a legítima, não a burocrática  seleção do Dunga prefere assistir qual jogo? Futebol bem jogado não tem pátria. É por causa disso que o futebol brasileiro é admirado no mundo inteiro.  Por que tivemos Pelé, Garrincha, Rivelino, Romário e Ronaldo. O torcedor lembra de dribles e gols e não somente da “raça” ou de “guerreiros”. A fórmula para vencer é simples. Basta jogar bola com  talento, eficiência e inteligência.

Mas vamos ao jogo. A Argentina arrebentou mais uma vez e não foi um adversário qualquer. A Coréia do Sul começou marcando muito bem o meia atacante Messi, mas a presepada de Chu-young foi a chave para a porteira platense ser aberta. O time de Maradona envolveu completamente o seu adversário com toques rápidos e deslocamentos constantes de Tévez, Messi e Higuain.

Os pobres coreanos bem que tentaram acompanhar o ritmo mas não adiantou.  A ausência de Véron tornou o meio campo argentino mais rápido e mortífero.  Destaque para Higuain que fez três gols e se tornou o artilheiro do Mundial. O grupo “baba” que os argentinos pegaram nesse mundial está fazendo eles crescerem junto com o seu maior jogador. Pois é, um monstro está se formando nessa Copa do Mundo.

Nigéria 1 x 2 Grécia


Eneyama voa mas não evita a derrota: primeira vitória grega em Copas

O páis que criou a Ilíada e a Odisseía de Homero tinha uma outra epopéia desde que os gregos passaram a conhecer o futebol: o país nunca havia feito um gol ou vencido um jogo de Copa do Mundo. Hoje esse momento histórico aconteceu. Não se sabe o que se passou na cabeça do retranqueiro Otto  Rehhagel, mas essa foi o jogo da Grécia mais ofensivo que eu vi desde que o treinador alemão pisou os pés em Atenas.

A Grécia temendo uma desclassificação logo no segundo jogo foi para o tudo ou nada. Mesmo tomando o primeiro gol dos nigerianos, os helênicos deram trabalho ao ótimo  goleiro Enyeama.  Mas a fragilidade do time nigeriano logo apareceu quando Salpingidis acertou um canudo que desviou na zaga africana e entrou no gol.  Ainda se somou a imensa bobagem de Kaita que agrediu Torosidis com um pontapé e foi expulso.  O mesmo Torosidis que aproveitou a falha de Enyeama num bate roupa para marcar o segundo gol e garantir a inédita vitória grega em mundiais.

França 0 x 2 México

mexicanos vibram com a sua torcida: chocolate na França

O treinador Raymond Domenech talvez seja o técnico mais espinafrado do planeta no momento. E não é pra menos. Colocar o desinteressado Anelka no lugar do consagrado Henry é osso duro de lascar! A França mais uma vez não apresentou um futebol decente.

Os “Le Bleus” foram envolvidos pelos eficientes mexicanos durante toda a partida.  A movimentação do atacante Giovani dos Santos deixava a defesa francesa apavorada, já que seu ineficiente meio campo pouco produziu e errava passes a meio metro de distância facilitando o trabalho dos mexicanos. O goleiro azteca pouco trabalhou e duas falhas na defesa dos “Le Bleus” determinaram a primeira vitória do México contra os franceses em uma Copa do Mundo.

A França, único time europeu do seleto clube de campões mundiais que tem uma escola ofensiva deixou os seus torcedores perplexos. O vexatório fantasma de 2002, em que a França deixou o mundial sem fazer nenhum gol na primeira fase promete se repetir.  E tem irlandês que deve estar com um sorrisinho malicioso num pub qualquer de Dublin.

Troféu Os Trapalhões – Vai para os nigerianos Yakubu e Obassi que perderam um gol feito no mesmo lance.  O gol tem 7 metros, mas para os dois as traves tem dois centímetros. Impressionante.

Anúncios

2 Respostas to “COPA 2010 – SÉTIMO DIA”

  1. Geraldo "JASON" Lina Says:

    Corrige ai, França 0x2 Mexico.
    Não é pra publicar esse.

  2. Marcelo Abdul Says:

    Valeu Lina. Corrigido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: