NÃO! NÃO! NÃO! NÃO!

by

Dagoberto e Fernandão perdem o gol: o tricolor volta a jogar mal

Quando o São Paulo parecia embalar na Libertadores com a vinda de Fernandão, eis que o que velho futebolzinho tosco e desgraçado volta a infernizar a vida dos torcedores tricolores. “El treinador” faz de Richarlyson o seu jogador favorito e o improvisa na zaga, entusiasmando com a sua polivalência, a polivalência da ruindade. Tanto faz a posição que ele jogar, ele nunca deixará de ser ruim. O pênalti estabanado que ele fez ontem provou isso.

O que Guarani e Goías sacaram nesses dois últimos jogos foi o óbvio. O motor e  o único elo de criativade é Fernandão. Com o atacante marcado, o São Paulo volta a ser o mesmo time burocrático e sem graça que vem deixa o seu torcedor louco da vida desde 2008.  O meio de campo com Jean, Hernanes e Rodrigo Souto pode não ser o mais criativo do mundo, mas não é medíocre. Os laterais Cicinho e Júnior César também não.

Então porque o time do São Paulo é tão irregular? A única explicação que encontro é o técnico. O tricolor tem defeitos graves de chutes, passes, penetrações na área e falta de ousadia contra seus adversários. Melhorou um pouco é verdade de uns tempos pra cá, mas ainda apresenta falhas bisonhas e entre elas está a sonolência e a falta de “tesão” pelo jogo, algo de responsabilidade do treinador na minha opinião.

Não é porque o tricolor está numa semifinal de Libertadores que deve ignorar o Brasileiro.  A pegada deve ser a mesma, maior inclusive,  já que falta um mês para  o duelo contra o Internacional de Porto Alegre. Mas o defeito mais grave de Ricardo “Gargamel” Gomes é a manutenção de Richarlyson, o elo mais fraco de todo o elenco do Morumbi. Arrisco dizer que com ele no time o tricolor não vencerá uma Libertadores ou qualquer outro torneio que disputar. Insistir no camisa 20 já não é mais teimosia, é burrice. Por coincidência o cidadão foi titular com os dois técnicos pragmáticos do time, incluindo Muricy. Com Autuori, Richarlyson não passou nem na porta da titularidade.

Não deveria nunca mais vestir a camisa são paulina.  Ricky é um jogador que teve um bom início, mas que depois de vestir a camisa da seleção brasileira se mascarou completamente.  Enquanto isso a garotada de Cotia manda ver nos processos. Eu, se fosse sub 18 do tricolor também ficaria revoltado de observar tanto privilégio a um jogador que não dá mais retorno nenhum ao clube.

Abre o olho Ricardo Gomes.

Anúncios

2 Respostas to “NÃO! NÃO! NÃO! NÃO!”

  1. Goiás 2×1 São Paulo « Blog do Lina Says:

    […] Leitura relacionada: NÃO! NÃO! NÃO! NÃO! […]

  2. Geraldo "JASON" Lina Says:

    Perfeito.
    É isso mesmo.
    ***(*) ******(*)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: