A PEQUENA GRANDE DIFERENÇA!

by

Fernandão comemora com Marlos e Hernanes: ele fez toda a diferença

O São Paulo foi ao Mineirão enfrentar o Cruzeiro e devolveu a derrota no Morumbi no ano passado, 2 x 0 sem juros. Como o criticado time de Ricardo “Gargamel” Gomes conseguiu superar o bom Cruzeiro de Adílson Batista em plena Minas Gerais?

Uma pequena grande diferença chamada Fernandão. Muito mais técnico e participativo que Washington na cabeça da área,  em poucos minutos o atacante disse ao que veio. Marcou a saída de bola,  orientou os companheiros da frente no meio campo, corrigiu posicionamentos e  ainda ajudou na defesa adicionando um toque de eficiência no antes combalido ataque tricolor.

Gomes, como era de se esperar, armou uma retranca com 3 zagueiros. Com Miranda ausente da partida por problemas particulares, a sobra ficou para o “xodó” Richarlyson que cumpriu razoavelmente bem o seu papel. Mas por pouco ele  não foi expulso. Cicinho melhorou em relação ao jogo anterior e se impôs na lateral. O Cruzeiro não conseguia ultrapassar a barreira paulistana e e viu seu adversário marcar um gol depois de um belo passe de Fernandão para Marlos e para a conclusão de Dagoberto.

A equipe mineira não conseguia complementar as jogadas de ataque. Em algumas oportunidades  levou perigo a meta de Rogério Ceni, mas não era o mesmo Cruzeiro goleador de jogos anteriores da Libertadores. Kléber foi muito bem marcado como também o seu companheiro de ataque, Thiago Ribeiro. Apesar de dominar o meio campo, a equipe celeste esbarrava na disposição de Alex Silva,  Richarlyson  e Xandão. Mais uma vez o tricolor ficou com a defesa sobrecarregada mas,  ao contrário de partidas anteriores, não falhou.

No segundo tempo a raposa tentou pressionar, mas caia sempre nos desarmes da defesa e do meio campo tricolor e numa das tentativas de contra ataque, Fernandão deu um lindo passe de calcanhar que desarmou toda a defesa cruzeirense e Hernanes tocou no cantinho esquerdo do goleiro Fábio. O tricolor devolvia a amarga derrota do ano passado em pleno Morumbi para o mesmo Cruzeiro.

Apesar da vitória, o time de Ricardo Gomes ainda apresenta algumas falhas gritantes, principalmente no meio campo. Hernanes recuado na sua verdadeira posição foi muito bem mas Rodrigo Souto agiu como um mero espectador-corredor na partida de ontem e Marlos ainda tem que provar muito o seu valor dentro do elenco. O meio campo são paulino ainda erra passes demais, perde bolas bobas e deixa o seu adversário jogar.

O gol mal anulado de Thiago Ribeiro e o incrível  bola que bateu nas duas traves de Rogério provam isso. Mas esse pequeno lance demonstra que as vezes um time que deseja ser campeão precisa também de um pouquinho de sorte.

Anúncios

2 Respostas to “A PEQUENA GRANDE DIFERENÇA!”

  1. Geraldo "JASON" Lina Says:

    O CARA EH FODA.

    BENVINDO FERNANDÃO !!!

    WOOOOOOOOOOOOOOOOOOHOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

    ***(*) ******(*)

  2. Marcelo Abdul Says:

    O cara arrebentou. Veio na hora certa. Rumo ao tetra!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: