Archive for fevereiro \28\UTC 2010

DIÁLOGOS REAIS – O MAJESTOSO NA ANTIGUIDADE

28/02/2010

Dois amigos, um são paulino e um corinthianos discutem sobre futebol numa mesa de bar. A certa altura até o livro sagrado é citado.

– Mano, o curintia é tão foda que tá em todo o lugar. Tá até na Biblia!

– Como assim? responde o amigo são paulino.

– Dá uma olhada aqui, olha só, corintios! eh eh eh eh! Mostra o alvinegro entusiasmado.

– Ah tá, mas o São Paulo também está na bíblia! responde o tricolor com um malicioso sorriso no rosto.

-Tá nada mano!

-Tá sim! Pega o livro de novo e olhe a abertura do capítulo.

O corinthiano pega o livro sagrado e encontra a abertura do capítulo com certa dificulade.

– Hummm…ihhh carai… carta de SÃO PAULO apóstolo aos corintios!! Vixeee…é mesmo!

– Pois é cara.  Desde a antiguidade São Paulo ensina e doutrina vocês…eh eh eh eh!

Anúncios

EMPRESA BRITÂNICA DESMENTE AVALIAÇÃO DO MORUMBI

27/02/2010

Steer Davies Gleave divulgou nota à imprensa

Marcos de Sousa
postado em 27/02/2010 00:02 h
atualizado em 27/02/2010 09:20 h

Caro Thiago Lavinas,
A matéria não condiz com a realidade, pois apresenta conclusões que não representam as desta empresa.

Os estudos realizados pela Steer Davies Gleave tem a finalidade de auxiliar as cidades e os estádios a se prepararem para receber grandes eventos, e não de avaliar positiva ou negativamente os estádios.

Gostaríamos de esclarecer que nunca realizamos comparações entre os estádios para os quais desenvolvemos estudos. Tal prática é inviável uma vez que os estádios estão em contextos e etapas de desenvolvimento distintos, o que impossibilita tal comparação. Não sendo possível comparar os trabalhos, não se pode afirmar que um estádio é pior do que outro, como foi apresentado originalmente na matéria.

O projeto de modernização para o estádio do Morumbi nunca foi alvo de avaliação pela FIFA tendo como base algum estudo desenvolvido pela consultora. O projeto encontra-se em fase de desenvolvimento e por isso é precipitada qualquer avaliação nesse momento.

Estamos trabalhado conjuntamente com as equipes dos órgãos públicos envolvidos na busca das melhores soluções de projeto e de operação que atendam as exigências da FIFA, e estamos obtendo progresso no desenvolvimento do projeto.

Atenciosamente,

Steer Davies Gleave

Fonte – http://www.copa2014.org.com e blogdolina

http://www.copa2014.org.br/noticias/2135/EMPRESA+DESMENTE+CRITICA+AO+MORUMBI.html

Nota d0 blog – A nota de Sterr Gravies, se deve a uma noticia publicada ontem em primeira página no site globo.com pelo colunista Thiago Lavinas da sessão “Primeira Mão”.

Nele a notícia era que a consultoria analisava o Morumbi como o pior estádio entre os sete avaliados para a Copa 2014.  Já achei a notícia estranha.
Em primeiro lugar como uma consultoria faz avaliação de algo que ainda não existe?

Logo em seguida veio o desmentido da própria empresa e o post estranhamente “sumiu” do site. Pior, o desmentido não veio na primeira página do sítio. Mas a nota mentirosa de ontem sim. Mas a GDM tricolor guardou a noticia do seu site  aqui

http://www.gdmtricolor.com.br/?p=38581

É por essas e outras que guardei meu diploma de jornalista no armário. Hoje em dia o profissional é um mero joguete na mão de interesses maiores. Não há libertade de imprensa, há liberdade de empresa, como diz o sábio e insano Jorge Kajuru.

Como eu disse em postagens anteriores. Há um lobby muito forte contra o Morumbi na Copa.  Mil especulações são feitas sobre o assunto.  Até mesmo  de ex- fracassados diretores de futebol.  Jerome Valcke  já se cansou de responder  sobre esse assunto a jornalistas brasileiros mal intencionados.

Valcke deixou bem claro que por enquanto o Morumbi está na Copa, mas que só pode sediar jogos da primeira fase e das oitavas-de-final.  Cabe ao São Paulo atender as normas exigidas e fazer a partida de abertura e uma das semifinais. O resto é conversa fiada pra boi dormir de jornalista torcedor e ou de  semi-profissionais comprometidos com veículos de comunicação, na maioria das vezes patrocinados por políticos do executivo ou por empresários do setor de construção.

Sobre isso eu tenho a seguinte opinião seguindo um velho ditado: Os cães ladram e a caravana passa.

MAIS DO QUE ÓBVIO

26/02/2010

Galera. Publiquei uma postagem sobre esse tema nessa semana. Já está ficando mais do que nítido . Todos já percebem o óbvio. Leiam esse artigo do blog do Luis Carlos Quartarollo, repórter da Jovem Pan e que foi republicado no blog do Paulinho.

http://blogs.jovempan.uol.com.br/quartarollo/futebol/a-fifa-nao-quer-o-morumbi-na-copa/

VERGONHA!!!

26/02/2010

Milton Cruz : para um treinador ele é um excelente auxiliar

Sinceramente galera.

O saco já encheu.Até que eu tive um pouquinho de paciência mas não dá pra segurar mais.

É pavoroso aguentar o Richarlyson no meio campo.  Marcelinho Paraíba não esta jogando nada e já ESTOU DE SACO CHEIO DE VER O SÃO PAULO RECHEADO DE VOLANTES.

Caramba! O Hernanes não é armador! O Cleber Santana não é armador! O “passador de 3 dedos pro gandula” também não.  O Jean então nem se fala. Deveria jogar futebol americano e não o futebol inventado pelos ingleses pois só chuta acima da trave. Jean bateria o recorde de “field goals” na NFL. Ele não sabe chutar.

Com tanto volante como é que a bola vai chegar no Washington? Alguém me explica?

E o Jorge Vagner? Alguém deve falar para ele que futebol se joga de frente e não de costas. Contra a semifinal do paulista de 2009  contra o Corinthians foi a mesma coisa. Ficou fazendo palhaçada prendendo a bola e deu o contra ataque para o adversário. Vai trabalhar no sítio do pica pau amarelo Jorge Vagner!!! O papel? O curupira!!!

E o Milton Cruz?  Provou que só serve pra ser auxiliar. Ele tira um atacante e coloca o Rodrigo Souto?

Rodrigo Souto????????????

Desculpe, mas pra quem já viu o time do Telê jogar é de lascar ver esse São Paulo pragmático, chato, burrocrático e cheio de “jogadores raçudos e esforçados”.  Desde Muricy é essa palhaçada.

O São Paulo sempre foi um clube que jogava bola, na base da técnica característica do futebol brasileiro. Hoje está parecendo um time italiano da terceira divisão.

Com o tricolor jogando mal desse jeito, nem para a segunda fase  da Libertadores vai passar. No paulista está em sexto. E não esperem muita coisa no brasileiro com esse time “parreirístico” treinado por aprendizes de Milton Buzetto.

O único que se salvou hoje foi o capitão Rogério Ceni que fez defesas importantes e bateu o recorde de gols de um jogador são paulino na Libertadores com 11 gols.

Mas eu prefiro mil vezes ver um jogador de linha marcando 15 gols na competição, jogando com vontade e acima de tudo respeitando as verdadeiras caracteristicas do futebol brasileiro.  Garanto que o capitão pensa assim como eu.

Resumo da ópera: o São Paulo de 2010 está uma porcaria. Quando parte da torcida pede o Muricy de volta é porque a coisa está preta mesmo! Vão jogar mal assim lá na casa do car@$%%!

E Richarlyson vai embora do São Paulo pelo amor de Deus. Você é muito ruim!

MANIFESTO CONTRA OS IMBECIS

23/02/2010

Um filme de terror. Foi o que aconteceu no domingo passado antes do clássico Palmeiras x São Paulo no Parque Antártica. Torcedores da Mancha Alviverde e da Independente propiciaram momentos de puro desespero. Brigas,  muitos feridos e mortes. Desde 1995 quando estourou o maior conflito generalizado entre organizadas no país, pouco se fez para acabar com essa pouca vergonha.

O promotor Capez de início, fez e aconteceu. Ele “extinguiu” as torcidas, mas elas voltaram com maior força política e ainda mais violentas.  Capez foi eleito deputado e alcançou o seu objetivo individual. Mas nem o Ministério Público e nem o Congresso Nacional conseguiram mudar o atual estado de coisas, principalmente porque o atual código penal pouco faz para conter a organização e ação desses grupos.  Não existe uma legislação criminal específica sobre futebol. Um projeto do deputado Arlindo Chinaglia do PT caminha a passos de tartaruga na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania.

A Guerra do Pacaembu em 1995: pouco se fez ainda contra as organizadas

Sou são paulino desde que nasci. Nem por isso vou  bater em um amigo ou irmão meu que torce para o Corinthians ou Palmeiras. Pergunto aos imbecis que chutaram covardemente a cara de um torcedor no chão, vocês agrediriam seu pai ou seu irmão por ele ser corintiano ou são paulino?  Chutariam a cara dele no chão?

Torço para o São Paulo mas acima de tudo respeito os times adversários. Sei que Corinthians e Palmeiras tem  uma história muito bonita e grandiosa dentro do futebol brasileiro.  Uma gozação aqui  ou uma  brincadeira ali tudo bem, faz parte do dia a dia do esporte. Mas ódio velado, preconceito, homofobia, agressão e radicalismo não fazem parte do meu vocabulário. Muitos torcedores, escondidos pelo anonimato da internet, se comportam como verdadeiros fascínoras. A esses elementos o meu total desprezo.

Aos blogs de repórteres fotográficos que se travestem de torcedor e que destilam ódio imortal lançando dossiês falsos e promovendo o  ódio entre as torcidas e a intolerância futebolística faço a seguinte pergunta: está satisfeito?

Torcedores jamais deveriam se matar por causa de 22 homens corrando atrás de uma bola. Muitos homens  já tiveram mortes mais gloriosas e honrosas. Morrer por causa de um esporte é algo banal e estúpido. Sou do tempo em que ia com amigos palmeirenses ver um clássico e voltávamos juntos com a camisa de nosso times para casa, sem a menor vergonha. Nós tinhamos em nossos rostos somente  o sorriso debochado da vitória ou  a cara ressabiada pela derrota. Nada mais.

A solução para esses animais é uma só: cadeia. Seja adoslescente ou seja adulto. Um fascínora que usa um tacape cheio de pregos tem que estar numa jaula e não participando de atos de violência nas ruas livremente.

A solução entretanto não passa apenas pela prisão desses energúmenos. Passa pelo estádios totalmente numerados e sem vagas para os animais uniformizados. Passa pela prioridade ao verdadeiro torcedor, que leva a sua família no estádio e compra produtos oficiais do clube.  Passa pelo melhor tratamento ao abenegado em seu todo e não ao privilégio de um grupo que só causa problemas e desgraças ao escudo dele.

E a situação mais dificíl: passa pela alteração no Código Penal, na responsabilidade  criminal ao menor de 16 anos e tantas outras medidas que um estado fraco e corrupto não pode mudar.

Nós veremos mais conflitos e mais mortes. Ficaremos indignados momentaneamente com a selvageria. Deputados e senadores  e promotores falarão aos microfones. Apresentadores de TV  bonachões gritarão como feirantes pedindo justiça. Mas a morosidade e a lentidão de um país entorpecido vai continuar. Até quando? Até um novo Heysel?

Para quem não sabe o que foi , veja o link abaixo –

http://pt.wikipedia.org/wiki/Trag%C3%A9dia_de_Heysel

Ou vejam esse vídeo –

VALCKE QUER MAIS REFORMAS NO MORUMBI

23/02/2010

Morumbi: Valcke quer mais reformas para a abertura

Um dia depois de o presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, garantir o Morumbi como sede da abertura da Copa de 2014, o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, reafirmou, nesta terça-feira, que o estádio não está pronto para as principais partidas do torneio. Segundo ele, hoje o Morumbi poderia receber, no máximo, jogos de oitavas de final de um Mundial.

– Não é uma questão pessoal contra a cidade de São Paulo, dizer isso é besteira. Simplesmente temos uma lista de exigências para cada fase da Copa. Por enquanto o Morumbi não está preparado para sediar nada além de partidas da primeira fase e de oitavas de final. Se quiserem mais devem oferecer o que precisamos. É necessário que São Paulo reforme seu estádio ou então que construa outro – explicou ele, em entrevista coletiva no resort Sun City, na África do Sul.

Valcke deixou claro que o Morumbi precisa atender às exigências da Fifa até o início de 2013 se quiser ter o jogo de abertura. A entidade quer alterações no campo, na arquibancada e maior espaço em volta do estádio.

O acordo entre Fifa e CBF é de que todos os estádios estejam prontos até o fim de 2012, a tempo de serem utilizados na Copa das Confederações.

– O ideal seria ter todos prontos até 2012 ou, pelo menos, até o início de 2013. Este é também o caso do Morumbi. Sei que 2012 já é amanhã, há pouco tempo, mas tenho certeza que o Brasil fará um bom trabalho – afirmou Valcke.

fonte – globoesporte.com

nota do blog – O São Paulo já reformulou o projeto do Morumbi duas vezes com a ajuda de uma consultoria alemã GPM. Ainda não ficou bom?  Isso está ficando muito estranho. Primeiro porque Valcke não viu e nem comentou os outros projetos de estádios brasileiros e não citou nenhum deles especificamente como fez no estádio são paulino.

A desculpa “mais espaço em torno do estádio” me parece uma bravata. Valcke sabe que no Morumbi isso é praticamente impossível devido a localização das casas em torno e das ruas que cercam o estádio. Engraçado que muitos estádios na Inglaterra tem o mesmo problema e ninguém reclama dessas aproximações.

O prefeito Kassab e o governador José Serra, aparentemente não querem construir uma nova Arena em São Paulo. O projeto ficaria  muito caro e inviável, já que somente poderia se contruir uma arena nos moldes da Fifa em um espaço amplo e afastado da cidade.  Em pouco tempo o estádio viraria um elefante branco e daria prejuizo aos cofres públicos que já pena em manter praças como o Pacaembu por exemplo . Mas no Morumbi  o metrô ficará pronto em 2012.  Serra  quer utilizar essa obra de seu governo e vibilizar com a reforma do estádio são paulino.

A Fifa e a CBF fazem lobby contra. O motivo é que São Paulo é o estado mais rico do país e o mais suceptível a construir um novo estádio. Empreiteiras e seus “envolvidos tradicionais” ganhariam rios de dinheiro numa possível obra.  Valcke quer na verdade encarecer o projeto do Morumbi e inviabilizá-lo totalmente exigindo reformas e  altos custos. Assim a diretoria são paulina desistira e o caminho ficaria livre para uma obra totalmente pública e sem a fiscalização de uma entidade particular. O que acontecerá caso o São Paulo FC se responsabilize pela reforma.

Mas existe uma evolução. Antes o Morumbi era carta fora do baralho da Fifa. Agora já pode sediar jogos na Copa. Sinal de que o projeto de  Ruy Ohtake juntamente com a consultora alemã GPM atingiu alguma evolução. Entretanto o São Paulo terá que atender a mais exigências se quiser fazer a abertura. Algumas como o rebaixamente do gramado e a extensão do anel central encontram resistência por parte de Juvenal Juvêncio. Pois encarecerá a reforma consideravelmente.

Aguardemos mais capítulos.

BOA RECUPERAÇÃO “PROFESSEUR”

22/02/2010

Acabo de saber pela rádio Bandeirantes que o técnico do São Paulo. Ricardo Gomes teve a suspeita de um  princípio de AVC.  Desejo boa recuperação ao treinador e pronto restabelecimento.   Esse mal estar tem um nome. Se chama Rodrigo Martins Cintra.

O TRIUNFO DE “PAPAI” JOEL

22/02/2010

Joel Santana: mais um título no currículo

Mais um título para Joel Santana. Um treinador que aprendi a admirar e a respeitar apesar de todas as besteiras que a imprensa falava dele e de sua prancheta. Os títulos dele falam por si só e mais uma vez o ex-treinador da África do Sul provou a sua capacidade.  Pegou o combalido e humilhado Botafogo, estraçalhado por uma goleada de 6 x 0 e levou o clube carioca ao bicampeonato da Taça Guanabara.

Para muitos isso pode não ter muito valor, mas vejam os elencos dos outros 3 grandes do Rio e compare. O alvinegro carioca era o menos cotado em até se classificar para as semifinais. De que Joel é folclórico e bonachão não se tem a menor dúvida. Mas que ele é um bom técnico isso não se pode negar. Mais uma vez ele prova de que mais que uma prancheta, ele é um treinador com visão e grande conhecimento de futebol.  Parabéns “papai” Joel!

ps – cadê o via&%@ do Somália cara@#$%&?

“LAISSEZ FAIRE, LAISSEZ ALLER, LAISSEZ PASSER”

22/02/2010

Robert vence duas vezes Rogério: O São Paulo perde mais um clássico

Uma pergunta que eu faço ao Juvenal e a toda cúpula são paulina…

Já que vocês não valorizam mais o campeonato paulista, porque  disputam o torneio? Essa conversa de que “Libertadores é mais importante” e o escambau comigo não cola. Todo torneio é importante. Desde futebol de botão até Copa do Mundo. Meu amigo, você tem que dar o sangue e honrar a camisa que você veste. Seja qual torneio for.

No entanto o São Paulo tem disputado o paulista como se disputa um amistoso. Lento, passivo, sem raça e sem alma. Quando dizem que o técnico não tem responsabilidade em mais de 50% no time eu discordo.

Num time com Pelé e Rivelino é uma coisa. Em outro com apenas bons jogadores um técnico tem muita responsabilidade sim, e muita.  Se não fosse assim porque o Palmeiras correu tanto e superou o São Paulo hoje no Parque Antártica?  Aumentaram o salário? Não, trocaram o técnico.

O São Paulo hoje é clone do seu treinador,  um time “gentil” e “liberal” demais para os adversários. Lembrando que Ricardo Gomes é quase um francês nato, o tricolor do Morumbi hoje é uma equipe “laissez faire, laissez aller, laissez passeir” (deixai fazer, deixar ir, deixar passar). Frase histórica do liberalismo econômico mundial.    Vamos falar a verdade, que muitos ainda não tiveram coragem de escrever.  Ricardo Gomes ainda não ganhou nada no mundo do futebol. Foi um fracasso como técnico da seleção pré-olímpica que tinha nada mais nada menos que Diego e Robinho. Não ganhou nenhum título no Brasil e  estava se contentando em dirigir times medianos na França.

Mas a culpa é somente dele? Não, supreendentemente ao contrário do que eu pensava, Xandão tem se revelado um bom jogador e Marcelinho Paraíba tem sido uma grande decepção. O atacante já não é o mesmo dos tempos em que ele e o artilheiro França horrorizavam as defesas adversárias em 2000. Corre muito e pensa pouco.

Xandão ao contrário,  é um atleta bem preparado fisicamente e nasceu para ser um defensor nato. O zagueiro são paulino foi injustmente expulso hoje pelo árbitro quando a partida ainda estava no 0 x 0. Aliás, aquele tal de Rodrigo Martins Cintra é um dos piores juizes que já surgiram na história do futebol brasileiro. Em 2014 ele estará apitando a Copa do Mundo, aguardem!

A diretoria do  São Paulo, desde que brigou com o presidente  Marco Polo Del Nero, está levando o campenato paulista com um certo ar de deboche. Deveria pensar justamente o contrário e esfregar o troféu de campeão na cara do presidente da Federação Paulista pela cafajestagem que ele fez em 2008.

Afinal se o time é bom mesmo ganha os dois, como o próprio São Paulo fez em 2005. No entanto, hoje, o tricolor paulista é um time com crise de identidade. Não sabe com que time joga, não sabe com qual esquema vai atuar e não sabe se vale a pena disputar o paulista.  Não dá pra ficar indeciso por tanto tempo.  Já estamos quase em março e a desculpa de que “estamos formando o time”  vai  ser usada por quanto tempo mais?

Esperamos que por pouco tempo. O Once Caldas vem aí e jogar em Manizales vai ser uma autêntica pedreira. Ahhh Once Caldas. Aquele jogo de 2004 ainda está entalado na garganta.

O “BOM PRA CARAMBA”

20/02/2010

Muricy deixa o Palmeiras: segunda demissão em 6 meses

Há menos de duas semanas atrás eu fiz um post sobre esse cidadão e alertava que o time do Palmeiras andava capengando há um bom tempo devido aos métodos de trabalho de Muricy Ramalho.

Pois é, passaram-se alguns jogos e a goleada do Palmeiras perante o São Caetano escancarou que a ida de Muricy para o  Palmeiras foi um erro de ambas as partes.

Do Palmeiras, por demitir Luxemburgo por  uma suposta declaração e depois por não efetivar o interino Jorginho que nitidamente tinha dado um gás ao time no campeonato brasileiro.

E falando em gás,  foi justamente pelo triste episódio das semifinais do paulista de 2008, que Muricy nunca deveria ter colocado os pés no Parque Antártica. Pelo menos não no minuto seguinte após ter saído do São Paulo. Mostrou falta de consideração por grande parte da torcida são paulina que sempre o apoiou e gritou  seu nome nas arquibancadas.  Tudo isso em prol de um suposto “profissionalismo” que sabemos, é bem relativo quando se trava de futebol.

Um técnico também precisa ter uma análise de carreira, e Muricy deu um tiro no pé quando aceitou trabalhar em um dos rivais do São Paulo, seu clube anterior,  ambicionando um tetracampeonato brasileiro seguido e um polpudo salário.

Mas as coisas não deram certo. Os métodos defensivos de Muricy desagradaram boa parte da cúpula palmeirense, que tinha esperança que o “jogar feio e ganhar” se materializasse nos gramados palestrinos. As derrotas inacreditáveis no brasileiro e a péssima campanha no paulista de 2010 fizeram Beluzzo mudar de ideía.

Agora o treinador que se diz “bom pra caramba” amarga uma segunda demissão em menos de 6 meses. Na minha sincera opinião, Muricy deveria fazer agora o que deveria ter feito há 6 meses atrás, ir pra casa, dar um tempo, descansar e principalmente rever os seus conceitos sobre futebol.

Precisa rever também os seus amigos.  No meio do campeonato brasileiro do ano passado, disse que “aqui tem parceiro”, dando um leve tapa de pelica na diretoria são paulina. A mesma que junto com o presidente Juvenal Juvêncio o segurou no clube por 3 anos e meio.  Em menos de 6 meses a relação com os seus “parceiros” no Palmeiras azedou  e Gilberto Cipullo pediu a sua cabeça. Que “parceiros” hein?

Nem só de bicão vive o homem.  E nem de improvisações absurdas e mirabolantes. Muricy pagou o pato por achar que do outro lado do muro na Barra Funda, tinha outro clube grande que adotaria numa boa os seus princípios de NBA.

Quando Muricy diz que é  ” bom pra caramba” como numa entrevista no globoesporte.com é nítido ver que o treinador se mascarou. A soberba procede a ruína como diz a bíblia e Muricy anda com o salto alto faz tempo achando que rechear o time de volantes e colocar um “pivô” na área adversária é a metodologia infalível pra se jogar futebol.

Algumas vezes isso dá certo, na maioria das vezes não. Sabemos que o futebol muda, é cíclico e os esquemas e jogadas se alteram como a direção do vento. Por isso que é futebol, por isso que é apaixonante vê-lo. Não existe uma ciência exata e nem um método correto.

Se Muricy fosse bom pra caramba como diz, ele não perderia 11 mata-matas seguidos. Não tomaria de 4 x 1 duas vezes do São Caetano e não perderia o campeonato brasileiro de 2009 com 11 pontos na frente do segundo colocado.

Depois é o Luxemburgo que é o marketeiro.