A AMARELADA DA DÉCADA

by

Vagner Love cai: Palmeiras fora da Libertadores

Respondam pra mim qual foi o time que mais gastou esse ano no futebol brasileiro? A Sociedade Esportiva Palmeiras.

A Traffic, patrocinadora do clube, investiu pesado para que o alviverde conquistasse tudo o que disputasse. No Paulista trouxeram Keirrison, mas apesar de um início promissor o “K9” não correspondeu às espectativas e saiu da  academia de futebol pela porta dos fundos. O sonho do bi virou água depois de duas derrotas para o Santos, com direito a “piti” de Diego Souza contra o zagueiro Domingos.

Na Libertadores, a situação foi pior ainda. 2 derrotas nos primeiros jogos e uma classificação suada, no último minuto contra o Colo-Colo. Se classificou heroicamente contra o Sport e nas quartas-de-final  não conseguiu passar pelo decadente Nacional do Uruguai  ficando a ver navios no Rio da Prata. Luxemburgo, ainda técnico do Palmeiras dizia com toda a pompa que a prioridade era o campeonato brasileiro.

Mas o presidente do Palmeiras, Luis Gonzaga Belluzzo começou a meter os pés pelas mãos. Demitiu Luxemburgo sonhando em contratar o até então badalado tricampeão brasileiro Muricy Ramalho. Não teve a percepção de ver que com o interino Jorginho, o Palmeiras começou a voar no campeonato. Diego Souza recuperou o seu bom futebol e a liderança do torneio estava se consolidando a cada dia.

Mas Belluzzo insistiu com Muricy. Ignorou a janela de transferências e peitou os empresários no meio do ano para poder manter um elenco forte. A vinda de Vagner Love seria a cereja do bolo e o pentacampeoanto, uma questão de rodadas, mas não foi isso que aconteceu.

Muricy com seu estilo denfensivo começou a desarmar todo o esquema implantado por Jorginho. Pra piorar Pierra e Cleiton Xavier, os motorzinhos do time se contundiram.  O Palmeiras não se encontrou mais. Depois de 19 rodadas na frente e 5 pontos de diferença a equipe não soube aguentar a pressão.  O Palmeiras começou a jogar exatamente como o São Paulo no começo do ano. Um time confuso, cheio de chutões, recheado de volantes e  que isolavam Diego Souza e Vagner Love na frente.

A tal “gordura” foi acabando e quando a última rodada começou o Palmeiras era um clube anoréxico. A perda da vaga da Libertadores ontem  foi a pá de cal de todo o planejamento equivocado da diretoria alviverde. A filosofia de trabalho de Muricy não se encaixou. Coincidência ou não, a queda palmeirense começou após a sua chegada. Se Jorginho tivesse permanecido no cargo, a situação seria outra?

Vemos o exemplo no próprio campeão brasileiro.

Andrade era nada mais, nada menos do que um técnico interino.

Sem dúvida, Luis Gonzaga Belluzzo não dormirá bem nos próximos dias.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: